5 dicas de cibersegurança para um Natal com paz e sossego

Os equipamentos IoT trazem muitos benefícios à vida de quem os utiliza, mas também são uma grande preocupação no que diz respeito à cibersegurança.

Com sistemas de segurança muito fracos, estes equipamentos podem tornar-se uma dor de cabeça capaz de estragar o Natal a muitas famílias quando não são tomadas as medidas certas quanto à cibersegurança de cada casa.

analise twinkly strings review
Publicidade

Como tal, a Check Point decidiu partilhar 5 dicas de cibersegurança para deixar todos mais descansados com os equipamentos IoT e para que o Natal seja, de facto, uma altura de paz, sossego e família.

Cibersegurança não deve ser descuidada com as decorações de Natal

Segundo dados divulgados pela ANACOM, Autoridade Nacional de Comunicações, em Fevereiro de 2023, a utilização da Internet das Coisas (IoT) em Portugal tem vindo a aumentar nos últimos anos: 38% dos utilizadores individuais de Internet tinham pelo menos um dispositivo de uso pessoal com acesso à Internet em 2022, enquanto 22% tinham pelo menos um dispositivo doméstico com acesso à Internet.

Além disso, a empresa de análise tecnológica IDC prevê que, até 2025, haverá 41,6 mil milhões de dispositivos IoT ligados.

dispositivos iot

Com o aproximar do Natal, a utilização de equipamentos IoT aumenta ainda mais, seja através de luzes de Natal conectáveis, através de aquecedores inteligentes, tomadas elétricas programáveis, ofertas de smartbands aos entes queridos, etc.

A Check Point Software Technologies Ltd. (NASDAQ: CHKP), fornecedor líder de soluções de cibersegurança a nível mundial, reconhece os benefícios da IoT: interconectividade conveniente, acessibilidade para todos em todo o lado e profunda inovação tecnológica.

Apesar de todos os benefícios e confortos, os dispositivos IoT também podem representar um risco para o utilizador no campo da cibersegurança: neles são depositadas informações pessoais e os dispositivos estão interligados com outros dispositivos através da rede, tornando a privacidade do utilizador mais vulnerável que nunca.

check point

“A Check Point Software identificou o risco que a utilização de dispositivos IoT pode representar para os utilizadores, uma vez que oferecem sistemas de segurança muito fracos. Para manter um nível adequado de segurança em casa, é essencial que os consumidores estejam conscientes dos riscos que estes dispositivos representam para a sua vida e, acima de tudo, que adquiram os conhecimentos necessários para os proteger e, assim, evitar, tanto quanto possível, qualquer invasão da sua privacidade. Quanto maior for o número de dispositivos, maior deve ser o nível de proteção, se quisermos estar a salvo de ciberataques”

Rui Duro, Country Manager da Check Point Software Technologies em Portugal

Com cada novo equipamento ligado à rede, vários novos riscos de cibersegurança são criados e, como tal, é importante mantermos as nossas ligações o mais seguras possível. Assim sendo, a Check Point partilha algumas dicas de como manter a cibersegurança lá em cima para que o Natal corra de forma tranquila e sem novos problemas dentro de casa.

analise twinkly strings review
  • Utilizar palavras-passe fortes: É cada vez mais comum receber dispositivos inteligentes no Natal, todos eles com palavras-passe predefinidas que são facilmente exploráveis pelos cibercriminosos. Para melhorar a sua cibersegurança, altere o nome de utilizador e a palavra-passe predefinidos e substitua-os por outros mais complexos. A utilização da autenticação multifactor (MFA) é recomendada para melhorar a segurança. Evite reutilizar palavras-passe em vários dispositivos.
  • Instalar firewalls e atualizar os dispositivos: Os presentes recebidos vão ficar nas nossas casas e quanto mais dispositivos estiverem ligados à rede, mais vulnerabilidades os atacantes podem encontrar para obter acesso à casa de um utilizador. Para evitar esta situação, será essencial para a cibersegurança da casa que estes dispositivos IoT tenham firewalls para proteger e bloquear qualquer informação que armazenem. Além disso, o software destes dispositivos terá de ser atualizado regularmente.
  • Utilizar uma VPN sempre que possível: A VPN (ou Rede Privada Virtual) é uma tecnologia mais segura que proporciona aos utilizadores privacidade e segurança online, encriptando os dados transmitidos entre o dispositivo e o servidor.
  • Ativar o mecanismo de notificação de eventos suspeitos: O sistema pode detetar e alertar para padrões de comportamento invulgares. Isto evita ataques e permite uma resposta mais rápida.
  • Eliminar os dispositivos IoT não utilizados: Com a receção de novos dispositivos IoT que estão ligados à rede, é necessário rever quais os outros dispositivos que são utilizados diariamente e identificar os que estão desatualizados. Se houver um dispositivo que não esteja a ser utilizado, atualizado ou monitorizado, mas que ainda esteja na proximidade de outros dispositivos, pode representar um risco no campo da cibersegurança, uma vez que ainda está ligado aos outros equipamentos. É aconselhável desligá-lo da rede.
minibanner thunderx3

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory