h5n8jz6xbmp7ho5wzrzkh8db7odi8k

5 dicas de segurança para combater a vulnerabilidade dos mais novos na Internet

A segurança na internet está hoje cada vez mais em voga. Quer seja nas empresas ou na navegação em casa, existem diversos cuidados que se devem ter para assegurar que todos os dados estão protegidos.

De todos os tipos de utilizadores, o público mais novo é um dos que está mais exposto aos riscos do online. Se os seus filhos costumam utilizar a internet, conheça algumas dicas que deve seguir para garantir a sua segurança.

criancas smartphone seguranca online
Publicidade

Dicas para assegurar a segurança dos mais novos na internet

Um dos grupos mais vulneráveis aos ciberriscos são as crianças que acedem à Internet todos os dias, muitas das vezes sem a supervisão dos adultos, sendo todos os jogos e aplicações potenciais meios de entrada para o cibercrime.

É cada vez mais importante consciencializar os mais novos para os perigos a que se expõem quando estão na internet. Por isso, a Check Point Software salienta que é da responsabilidade de todos educá-los e oferecer-lhes as ferramentas certas para navegar na Internet de forma segura.

Para garantir a segurança online dos seus filhos, estas são algumas dicas que deve seguir:

Criar passwords divertidas e engraçadas

As redes sociais estão a ganhar cada vez mais popularidade, bem como os jogos e aplicações, cada vez mais apreciados pelos mais jovens. Existem muitas passwords que os mais pequenos precisam de criar para aceder aos mais variados conteúdos e criá-las de forma irresponsável pode pôr em causa a sua segurança.

As crianças são as mais web-savvy, nasceram num mundo online e, por isso, devem aprender cedo a importância de uma forte password.

Deve ser uma combinação que apenas eles sabem e para isto não se deve usar informação pessoal, como datas de aniversário, idade ou nomes de jogadores famosos, pois isto é informação fácil de se obter. Devem assim pensar em algo que seja difícil de adivinhar e que nunca tenha sido partilhado com mais ninguém.

Em caso de dispositivos loT ou aplicações com palavras-passe previamente definidas, é de extrema importância estas sejam mudadas, caso contrário podem ser fáceis de desvendar.

As passwords devem ser diferentes para cada plataforma e devem sempre ser compridas com os mais variados caracteres, símbolos e números, como por exemplo %Atletimadrid22#!

criancas smartphone seguranca online

Utilizar códigos de acesso

Se tem um tablet ou um smartphone, deve sempre ter um código de acesso que restrinja qualquer um que tente entrar. Desta forma, se algum dia uma das suas crianças se esquecer do seu dispositivo num espaço público, é possível prevenir que alguém consiga entrar e obter todos os dados que o dispositivo contém.

Atualizar é fixe e previne

Cada vez mais jogos e aplicações podem ser instalados em dispositivos móveis e/ou computadores. Mas estas atividades têm o seu lado mau, especialmente se forem grátis: grátis às vezes é sinónimo de vírus ou malware capaz de infetar os dispositivos conectados à mesma rede. Atualizar sempre que necessário é essencial, na medida em que protege os dispositivos contra novas ameaças e vírus.

criancas smartphone seguranca online internet

Não clicar sem pensar

A primeira coisa a saber é que “phishing” é a tática de incitar alguém a clicar num link que irá causar problemas ao dispositivo. Para evitar cair nesta armadilha, só devemos abrir e-mails de pessoas que conhecemos, nunca clicando em links ou anexos que nos chegam de forma suspeita.

Ter atenção aos estranhos na Internet

Hoje há muitos jogos e redes sociais que permitem ter conversas com pessoas que fazem parte do mundo online. Contudo, pode-se pensar que essas pessoas são crianças ou jovens, mas nada é garantido. Por isso, se não conhece alguém pessoalmente é melhor evitar conversas, mesmo que haja um ecrã pelo meio, eles podem ser perigosos na vida real.

“A Internet está presente em muitas das nossas atividades diárias, por isso é essencial proteger os mais novos lá de casa contra qualquer tipo de perigos online e é essencial tomar todas as medidas de precaução, treinando-os em todos os aspetos sobre a cibersegurança. Quando eles estão online só devem falar com pessoas que conhecem da vida real, e precisam de saber que partilhar informação pessoal online é perigoso. Há outras regras de ouro, como clicar apenas em links que conheçam, proteger as contas com passwords robustas e atualizar as aplicações sempre que possível.”

Rui Duro, Country Manager da Check Point Software Technologies em Portugal.

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Publicidade