Afinal o Google Plus ainda está vivo?

A rede social da Google foi extinta há mais ou menos dois anos (por completo). Ou assim se pensava. Em certos locais ainda se consegue encontrar referências e links para as páginas existentes na Google Plus.

Além disso, por estranho que possa parecer, tendo em conta a empresa de que falamos e os casos reportados, alguns utilizadores têm experiênciado tentativas de acesso às contas por parte de um GooglePlusBot.

Google+ Plus rede social
Publicidade

Links Google Plus continuam a aparecer em alguns locais

O cenário pode parecer todo muito confuso, mas a explicação até se torna simples (mesmo não sendo lógica).

Recorrendo à funcionalidade Locais nas Proximidades (Nearby Places) é possível encontrar empresas e locais de interesse ao nosso redor. Mas, como a rede social havia sido quase que forçadamente imposta aos utilizadores, foram muitos os negócios que criaram perfis por lá para alargar a sua divulgação na rede.

Ao apagar a rede social era esperado que estes links e acessos diretos fossem, também eles, removidos da plataforma.

No entanto, é possível encontrar alguns estabelecimentos ainda com a ligação para o perfil Google Plus associado à secção “Sobre”, que redireciona os utilizadores para uma página de erro onde é apresentada uma mensagem de que a rede social já não se encontra ativa.

O GooglePlusBot

Este é o outro sinal de vida da rede social que preocupa um pouco mais os utilizadores e que acaba mesmo por deixar alguns assustados.

Parece que, quando algumas pessoas tentam fazer o reset da password do Instagram via aplicação mobile, acabam por receber um e-mail de alerta a indicar que o GooglePlusBot iniciou sessão na conta pessoal do utilizador.

Google+ Instagram

A explicação para este acontecimento, alegadamente, é de que se trata apenas das mensagens a gerarem uma pré-visualização do link enviado para a reposição de senha.

Ao fazer o reset da password via telemóvel, o equipamento por norma recebe o link que deve ser aberto para avançar com o processo e, ao gerar a pré-visualização, é detetado um inicio de sessão feito por esse suposto bot, que é nada mais que o próprio sistema a abrir o link em segundo plano.

É este serviço que é detetado como sendo o GooglePlusBot e que leva a que seja enviado o email de alerta ao utilizador.

Esta situação não é nada de alarmante e pode ser simplesmente ignorada. Em última instância pode-se desativar a pré-visualização de links para evitar que este tipo de situações ocorram.

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Publicidade