fbpx

Alphabet juntou-se num consórcio para tentar adquirir operação do TikTok

Depois de serem levantadas questões sobre a privacidade e segurança dos dados dos utilizadores no TikTok, o governo americano tem empenhado esforços para obrigar a ByteDance a vender a operação nos Estados Unidos.

Caso isto não aconteça nos próximas dias, o presidente dos Estados Unidos já assinou o decreto que obriga à remoção da aplicação das lojas de aplicações americanas e a exclusão da operação do TikTok em território americano, decisão esta já contestada pela ByteDance.

Em consequência desta decisão, os últimos dias têm sido populados por manifestações de interesse por várias empresas. Depois da Microsoft ser a primeira a avançar, marcas como o Twitter ou a Oracle demonstram também disponibilidade para adquirir esta operação.

Depois de haver alguns rumores de que a Google também estaria interessada, soube-se agora que a Alphabet esteve também para entrar na corrida através de um consórcio com outras empresas.

tiktok rede social android ios smartphone alphabet
Publicidade

Alphabet também foi uma das marcas interessadas no TikTok

Com a pressão para vender a operação do TikTok, várias são as empresas que se têm aproximado da ByteDance com uma proposta.

Depois de surgirem rumores de que a Google poderia avançar para a compra da rede social, sabe-se agora que a Alphabet, empresa mãe da marca americana, se juntou num consórcio com outras empresas tecnológicas americanas, através da sua subsidiária CapitalG, com a intenção de adquirir o TikTok.

Embora se desconheça qual a empresa que encabeçava este consórcio, sabe-se que a Google desempenhava um papel minoritário sem opção de voto.

tiktok microsoft

No entanto, uma fonte revelou que este consórcio não resultou, não tendo havido um acordo para que se avançasse para a apresentação de uma proposta. Porém, a Alphabet poderá ainda estar interessada, não afastando a hipótese de participar em futuras licitações.

Com o tempo a avançar, a ByteDance começa a ser cada vez mais pressionada para realizar esta venda que se poderá tornar num dos negócios mais significativos dos últimos anos.

Siga o Techbit no Facebook

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Publicidade