Amazon vai finalmente lançar o serviço de entregas via drone

A Amazon já havia falado da ideia de realizar entregas com um drone desde meados de 2019. Este ano, será finalmente o ano em que a ideia passa do papel para a realidade e vamos poder começar a ver os primeiros testes do novo sistema de entregas.

Os testes da Amazon vão ter início em Lockeford, na California, após a aprovação da FAA (Federal Aviation Administration) e da polícia local.

amazon
Publicidade

Entregas da Amazon vão começar a ser feitas via drone

Foram precisos alguns anos para poderem avançar com a ideia, mas parece que vai ser ainda em 2022 que o projeto vai ganhar asas e que a Amazon vai então começar a testar o serviço de entregas recorrendo a drones.

Um dos fatores de destaque para que os drones pudessem começar a ser utilizados para as entregas prende-se no sistema “sense-and-avoid”. Segundo a explicação em comunicado por parte da Amazon, “o nosso algoritmo utiliza diversas tecnologias para a deteção de objetos. Utilizando este sistema, os nossos drones consegues identificar objetos estáticos que estejam no caminho, como por exemplo uma chaminé. Da mesma forma, consegue também detetar objetos em movimento no horizonte, como outros veículos voadores, mesmo quando é difícil para as pessoas”.

drone

Com a análise completo do meio envolvente, os drones da Amazon vão então desviar-se dos objetos identificados de forma a evitar qualquer tipo de constrangimento com a entrega ao consumidor.

“Ao descer para entregar a encomenda no jardim do cliente”, explica a Amazon, “o drone garante que existe uma pequena área ao seu redor que se encontra livre de qualquer pessoa, animal ou objeto”.

Os testes iniciais realizados em Lockeford vão servir para analisar as potenciais falhas que existam no novo sistema de entregas e quais os pontos que devem ser afinados ou alterados. Desta forma, a Amazon indica que vai investir naquela zona e que vai criar novos postos de trabalho ligados ao novo sistema de entregas.

drone

Assim que estiver disponível para testes, os consumidores locais vão poder ver um drone a entregar as compras desde que se tratem de objetos elegíveis para serem carregados por um drone. O processo de compra não sofre qualquer tipo de alteração ao que está neste momento em vigor em todos os locais.

Esta será uma forma de agilizar as entregas e de proporcionar um serviço mais rápido e direto aos consumidores, mesmo que esteja apenas numa fase de testes iniciais.

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade