Análise HP ZBook Studio 16″ G9 – Uma workstation portátil pronta para todos os trabalhos pesados

A HP é conhecida por fabricar diversos equipamentos informáticos, desde computadores a impressora, a marca conseguiu o seu lugar no mercado bem vincado por equipamentos para todos os tipos de trabalho ou lazer.

É a pensar em utilizadores mais exigentes que surge então o HP ZBook Studio 16″ G9, um computador portátil preparado para ser uma workstation para todos os que necessitam de um computador leve, elegante mas com capacidade para aguentar trabalhos de edição de vídeo mais elaborados ou para quem trabalha com AutoCAD ou semelhantes programas.

HP ZBook Studio 16 G9 PC PORTATIL WOKSTATION
Publicidade

Sem fugir à linha elegante a que a empresa já nos habituou nos computadores, o HP ZBook Studio 16″ G9 passou umas semanas com a equipa do TechBit e deixamos-lhe agora a nossa opinião sobre esta workstation com o ADN da HP.

Uma caixa simples com muito potencial no interior

Ao principio, quando recebemos o HP ZBook Studio 16″ G9, ficámos a ponderar se estaria correto. A caixa mostra-se igual a tantas outras da empresa que pensámos “se calhar mandaram o modelo errado, não pode ser um equipamento destes numa caixa deste género”.

No entanto, estava tudo certo. A ideia é mesmo surpreender pelo computador e não pela embalagem, que se mostra igual a muitas outras da empresa.

No interior encontramos o HP ZBook Studio 16″ G9 e o transformador que, por si só, já ocupa algum espaço para transportar. Já o computador consegue arrancar um “uau” assim que sai da caixa.

HP ZBook Studio 16 G9 PC PORTATIL WOKSTATION

Um corpo metalizado bem desenhado com um grande “Z” brilhante no centro. Não precisa de mais, só assim já passa a imagem de que estamos perante um equipamento de gama alta com um design adaptável a qualquer situação e ambiente.

O HP ZBook Studio 16″ G9 vem com um teclado retroiluminado RGB, com hipótese de personalizar completamente as cores do mesmo para que se adapte a cada utilizador.

No interior encontramos ainda um processador Intel® Core™ i7 12800H da 12ª geração acompanhado por 32 GB DDR5 4800 DIMM de memória RAM e 1TB de SSD para a memória interna do equipamento.

O ecrã é de 16 polegadas, como indica o nome do modelo, WQXGA, IPS com tratamento anti reflexo e tem ainda uma gráfica NVIDIA® RTX™ A2000. A nível de brilho máximo, o HP ZBook Studio 16″ G9 pode atingir os 500 nits permitindo que se trabalhe confortavelmente com qualquer tipo de iluminação.

HP ZBook Studio 16 G9 PC PORTATIL WOKSTATION

Alimentado por uma bateria de 6 celulas, com 86 Wh, a empresa promete um carregamento de 50% da capacidade máxima em apenas 30 minutos. O que só irá acontecer com o computador desligado ou com um uso muito ligeiro.

A nível de colunas, encontramos o melhor que a HP consegue fazer, aproveitando a parceria com a Bang & Olufsen, colocando 2 tweeters e 2 quad woofers.

A nível de portas, temos na lateral esquerda a entrada para o transformador próprio da HP e duas portas USB-C e a entrada para os fones Jack 3.5. Do lado direito encontramos uma porta USB-A, uma porta USB-C e ainda uma ranhura para cartões de memória micro-SD.

HP ZBook Studio 16 G9 PC PORTATIL WOKSTATION

O HP ZBook Studio 16″ G9 além de ser compatível com o Windows Hello para fazer a leitura facial do utilizador, conta ainda com um leitor de impressões digitais bastante funcional e que não apresentou nenhuma falha de segurança durante o período de testes.

HP ZBook Studio 16″ G9 – preparado para trabalhos pesados

Neste tópico teremos de ser sinceros, não somos utilizadores de programas muito pesados no dia a dia. No entanto, afim de testarmos o HP ZBook Studio 16″ G9, submetemos o mesmo a alguns testes de pressão e “brincámos” um pouco com programas de edição de vídeo profissional.

Sem sombra de dúvidas que foi uma experiência muito agradável de ver decorrer, pois a workstation portou-se que nem um campeão. Em momento algum sentimos qualquer tipo de atraso no trabalho ou lentidão.

HP ZBook Studio 16 G9 PC PORTATIL WOKSTATION

A nível de ruído, aqui sim, de vez em quando a ventoinha disparava para o máximo e ouve-se bastante bem. É normal que equipamentos leves e finos aqueçam com facilidade, daí que um sistema de ventilação forte seja necessário e, obviamente, vai ser algo que se percebe que está a funcionar. Apesar de tudo, consegue ser bastante rápido e eficaz, pelo que o ruído depressa desaparece.

Não fomos a fundo com os testes de projetos 3D, mas segundo os resultados obtidos no teste de pressão a que o submetemos, podemos concluir que, de facto, aguenta bem com estes trabalho sem problemas.

Autonomia

Sendo pensado para trabalhos pesados, o HP ZBook Studio 16″ G9 não deixa de ser um equipamento desenhado para ser portátil. Neste ponto, a ideia de ter uma boa autonomia torna-se relevante para os utilizadores.

A HP promete até 12 horas de autonomia com um só carregamento, prometendo ainda 50% da capacidade máxima com apenas 30 minutos ligado à corrente. Estes valores podem não ser os mais corretos.

As 12 horas de trabalho continuo nunca conseguimos atingir, mesmo com funções bem mais simples que aquelas para que o HP ZBook Studio 16″ G9 está preparado. Com definições muito modestas aplicadas e um brilho muito reduzido de ecrã, conseguimos chegar perto das 10 horas de utilização continua, o que não é mau de todo, mas que deixa a entender que as 12 horas terão de ser num cenário extremamente controlado e de uso baixo.

HP ZBook Studio 16 G9 PC PORTATIL WOKSTATION
Cabo de carregamento em corda para uma maior resistência

Quanto ao carregamento rápido que a HP promove, de facto existe, mas para conseguir os 50% em 30 minutos o HP ZBook Studio 16″ G9 não pode estar a ser utilizado com qualquer tipo de trabalho mais puxado.

Quando utilizado para atividades do dia a dia, o carregamento consegue chegar perto dos 50% em 30 minutos, mas sempre um pouco abaixo. Esta capacidade não deixa de ser bastante satisfatória para o tipo de computador que estamos a falar.

Muitas entradas, mas não as necessárias

O HP ZBook Studio 16″ G9 é uma workingstation que poderá estar um pouco á frente do seu tempo. Isto porque conta com várias entradas de dispositivo, mas a maioria trata-se de portas USB-C.

HP ZBook Studio 16 G9 PC PORTATIL WOKSTATION

Apesar de serem mais versáteis e permitirem um maior leque de funções e maiores velocidades de transferência de dados, a grande maioria dos acessórios não está ainda equipado com este tipo de ligação.

Com uma só porta USB-A, o HP ZBook Studio 16″ G9 torna-se difícil de utilizar sem recorrer a um adaptador externo com ligação USB-C e que ofereça a possibilidade de aumentar o número de portas USB-A.

HP ZBook Studio 16 G9 PC PORTATIL WOKSTATION

No caso, somos adeptos de ratos com fios, pelo que apenas para este acessório ficamos com a única porta USB-A ocupada. Este tipo de acessórios ainda são muito utilizados pelo seu tempo de resposta mais baixo e pela precisão maior que oferecem.

Pequeno truque para os mais desastrados

Um pequeno detalhe que achámos relevante foi o cuidado que a empresa teve em tornar o HP ZBook Studio 16″ G9 preparado para possíveis desastres durante o tempo de trabalho.

Ou seja, o HP ZBook Studio 16″ G9 conta com um teclado com um pequeno buraco de drenagem. Desta forma, se tiver o azar de entornar algum líquido enquanto trabalha, este vai escorrer para baixo do computador de forma a evitar um desastre de maiores dimensões.

HP ZBook Studio 16 G9 PC PORTATIL WOKSTATION

Estes pequenos detalhes podem fazer a diferença em equipamentos utilizados para trabalhos que requerem longas horas em frente ao computador, onde acabamos sempre por beber líquidos que podem, de facto, cair e estragar o PC.

Conclusão

Estamos perante um equipamento com características de topo e que consegue aguentar qualquer trabalho em 3D ou edições de vídeo longas e pesadas.

Ao mesmo tempo, o HP ZBook Studio 16″ G9 oferece um design que pode ser transportado para qualquer lado e para qualquer tipo de cenário sem se destacar em demasia como acontece com os computadores pensados para o mundo gaming.

HP ZBook Studio 16 G9 PC PORTATIL WOKSTATION

Assim aliamos o poder necessário para diversos trabalhos com um design apelativo e que se integra em todos os cenários possíveis. De facto, a ventoinha pode tornar-se muito barulhenta quando num ambiente mais calmo e com a necessidade de um arrefecimento mais intenso, mas nada que incomode muito.

A autonomia do equipamento, apesar de não corresponder exatamente com o anunciado pela marca, permite trabalhar por algumas horas sem preocupações e, com o carregamento rápido, a hora de descanso pode servir para dar um pouco de energia extra para aguentar o resto do dia sem preocupações.

O teclado é bastante agradável para trabalhos de escrita e muito personalizavel com as cores RGB que possui. O buraco para evitar desastres com pequenas quantidades de líquidos é sempre um detalhe bem vindo que poderá salvar a vida a muitos desastrados.

HP ZBook Studio 16 G9 PC PORTATIL WOKSTATION

A nível de transporte, o HP ZBook Studio 16″ G9 é surpreendentemente fácil de levar numa mochila. Não é o computador mais leve que existe no mercado, mas tendo em conta as capacidades que tem, é bastante leve para levar às costas ou no ombro.

O HP ZBook Studio 16″ G9 poderá ser adquirido por um PVPR a partir dos 3600€.

Compra recomendada Techbit 2023

Agradecemos à HP por nos ter disponibilizado o HP ZBook Studio 16″ G9 para testes.

HP ZBook Studio 16" G9

3600€
9.1

Performance

9.8/10

Design

10.0/10

Ecrã

8.0/10

Autonomia

9.0/10

Peso

8.5/10

Pros

  • Design elegante e discreto
  • Buraco de escoamento de líquidos no teclado
  • Som
  • Desempenho sob pressão

Contras

  • Ventoinha pode ser um pouco ruidosa
  • Apenas uma porta USB-A
minibanner thunderx3

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory