Análise Redmi Watch 3 – muitas funcionalidades numa aparência descuidada

A Xiaomi é conhecida por ter um pouco de tudo, assim como por ter demasiados aparelhos semelhantes entre si. No mundo dos wearables, a empresa conta com uma enorme variedade de equipamentos, uns com o nome Xiaomi, outros com o nome Redmi e muitos outros com outros nomes que pertencem à gigante chinesa.

O Redmi Watch 3 é um daqueles casos em que a empresa deve ter ficado um pouco confusa durante a sua construção e não sabia bem em que direção estava a querer ir. Estamos a falar de um smartwatch repleto de funcionalidades interessantes, com características gerais apelativas, mas que depois foi completamente descuidado a nível da sua aparência.

Redmi Watch 3
Publicidade

Nos últimos tempos pudemos dar umas voltas com o Redmi Watch 3 e a nossa opinião foi difícil de formar.

O que podemos contar com o Redmi Watch 3

A nível de características gerais, como já indicado, o Redmi Watch 3 vem bem equipado e tinha materiais e funcionalidades suficientes para se tornar mais interessante para o mercado.

Para começar, estamos a falar de um ecrã AMOLED de 1.75 polegadas capaz de atingir um brilho máximo de 600 nits.

Redmi Watch 3

Focado no desporto, o Redmi Watch 3 conta com um chip GNSS independente incorporado para ajudar com a localização do utilizador e permitir assim um maior controlo dos treinos feitos ao ar livre. Além disso, no total, são 5 sistemas de localização que estão presentes diretamente no pulso do utilizador: GPS, GLONASS, Galileo, BDS e QZSS.

Fazendo parte do sistema Xiaomi, o Redmi Watch 3 conta com mais de 120 modos de treino como é já habitual neste tipo de equipamentos da marca, de forma a poder oferecer uma monitorização mais precisa de uma maior variedade de treinos. O relógio conta ainda com 10 percursos de corrida integrados com diferentes intensidades de treino, além de ser ainda resistente à água até um máximo de 5m de profundidade.

A nível de monitorização de dados de saúde, podemos contar com os habituais: ritmo cardíaco, monitorização do sono, oxigénio no sangue, stress, ciclo menstrual e todos eles com dados detalhados de cada ponto.

Redmi Watch 3

A bateria do Redmi Watch 3 é de 289mAh e a marca promete ser possível utilizar o relógio por 12 dias num único carregamento.

O Redmi Watch 3 conta ainda com um altifalante incorporado assim como um microfone que, em conjunto, permitem atender e realizar chamadas diretamente no pulso, desde que conectado via Bluetooth a um smartphone.

Autonomia

Apesar das promessas das marcas, a autonomia anunciada é sempre com uma utilização quase impossível de ser real. Portanto, podemos assumir que os 12 dias de uso numa só carga são um cenário quase impossível de atingir se quisermos, de facto, usufruir das capacidades do relógio.

No entanto, durante os testes com o Redmi Watch 3, com todas as funcionalidades de monitorização ligadas e com uma utilização constante ao longo do dia devido ás notificações, chamadas e, à noite, com a monitorização do sono, foi-nos possível obter uma semana inteira de uso sem preocupações com a bateria do mesmo.

Redmi Watch 3

Este é um resultado muito bom para um relógio com tantas funcionalidades e, claro, provavelmente conseguíamos atingir sem problemas os 10 dias se desligássemos a monitorização constante de certos pontos de saúde.

No entanto, de forma geral, é um smartwatch que não se vai tornar mais uma preocupação ao longo da semana para termos de o carregar constantemente e que nos vai deixar ficar mal quando precisarmos dele.

Chamadas de qualidade média

Apesar de ser bom conseguirmos ter um equipamento mais barato que permite fazer chamadas, uma funcionalidade que, por norma, só é implementada nos modelos mais topo de gama, o Redmi Watch 3 traz esta funcionalidade implementada.

O problema neste caso é que, tratando-se de um smartwatch mais acessível, a qualidade que obtemos das chamadas feitas recorrendo ao equipamento nem sempre conseguem ter a melhor qualidade.

Redmi Watch 3

Em ambientes mais calmos, como em casa ou num escritório, a situação é controlada e consegue-se atender uma chamada sem grandes problemas e ambos os lados conseguem-se ouvir sem dificuldades.

Quando fazemos a mesma coisa, por exemplo, no carro a conduzir, o cenário é diferente. Entre o barulho feito pelo carro, o vento que poderá fazer algum ruído por estar a janela aberta e a distância entre o pulso e a boca/ouvidos do utilizador, torna a experiência muito menos agradável.

nestes casos, era muito difícil conseguirmos perceber corretamente o que as pessoas nos estavam a dizer, por o som da coluna ser ligeiramente baixo e com pouca qualidade, e muitas vezes as pessoas não percebiam o que dizíamos pois o microfone estava a captar muito do ruído envolvente feito pelo carro.

Redmi Watch 3

Este é um cenário que, sem sombra de dúvidas, poderá ser útil em certas situações, mas não poderá ser utilizado em todos os cenários do dia a dia da maioria das pessoas.

Design um pouco descuidado

Um ponto que nos deixou menos contentes em relação ao Redmi Watch 3 foi o design do relógio. Não tanto por se tratar de um relógio quadrado, que pessoalmente não são os favoritos, mas sim porque parece ter sido algo pouco pensado pela empresa.

O ecrã é muito bonito e apresenta cores muito boas, sem sombra de dúvidas, mas a experiência perde-se um pouco por ter uma moldura tão grande em torno dele que se nota demasiado quando o ecrã está ligado, especialmente à luz do dia.

Redmi Watch 3

Depois, todo o rebordo do relógio carece de alguma preocupação com os acabamentos, ficando a notar-se todos os pontos de encaixe do corpo do relógio e passando um ar um pouco frágil do mesmo.

Apesar destes pontos menos positivos, o relógio é confortável de ser utilizado e pouco pesa no pulso, o que poderá ser um ponto positivo se o utilizador estiver apenas focado em funcionalidades e conforto.

Interação com o sistema

O Redmi Watch 3 conta com um único botão lateral que permite aceder ao menu de aplicações ou voltar ao mostrador.

A grande parte da interação com o relógio é feita via toque no ecrã que, de forma geral, funciona bastante bem e mostrou-se muito responsivo.

Redmi Watch 3

O sistema em si é que ainda não está no ponto exato. È ainda ligeiramente lento e com algum atraso no tempo de resposta, o que é comum em equipamentos mais baratos. No entanto, de forma geral, a experiência é positiva e conseguimos fazer e aceder a tudo sem problemas maiores.

Ligação facilitada no ecossistema Xiaomi

Como é habitual na marca, todos os equipamentos pertencentes ao universo Xiaomi têm uma certa facilidade em ligar-se entre si.

Apesar de se tratar de um marca mais em conta, os equipamentos da Redmi contam com esta facilidade e o Redmi Watch 3 não é nenhuma exceção à regra. No início dos testes recorremos a um Xiaomi 12X para fazermos a ligação inicial e a configuração do smartwatch e, como seria de esperar, tudo estava pronto a funcionar.

Esta é uma das vantagens de ter um smartphone Xiaomi para se conectar a um wearable da marca, tudo funciona instantaneamente como acontece noutras marcas com ecossistemas próprios.

Redmi Watch 3

Mais tarde durante os testes, recebemos o Xiaomi 13T pro, que iremos publicar a nossa opinião sobre o mesmo muito em breve, e passar o Redmi Wtach 3 para este smartphone topo de gama foi igualmente fácil. Um questão de 2 a 3 minutos e estava tudo pronto a funcionar. Sem a necessidade de instalar aplicações extra, ou plug-ins externos.

Toda a informação fica facilmente sincronizada em todos os equipamentos Xiaomi e assim o utilizador tem sempre uma forma fácil de se manter conectado a todos os dispositivos que possuir.

Vale a pena pelo preço?

O ponto forte da Redmi sempre foi oferecer funcionalidades boas a preços mais baixos que as outras marcas, incluindo que a própria marca Xiaomi, e então o Redmi Watch 3 tinha aqui uma função muito específica.

No que diz respeito a funcionalidades incluídas neste relógio, estamos a falar de um conjunto muito completo com imenso potencial e que vai ser útil para a grande maioria das pessoas.

Redmi Watch 3

È possível utilizar o relógio em diferentes ocasiões, pois pode ser amplamente personalizado com um vasto número de mostradores diferentes, e mesmo que seja para um desportista a Redmi não deixou de fora uma monitorização bastante precisa dos dados de saúde.

Comparativamente ao Galaxy Watch 4 e ao Pixel Watch 2, o Redmi Watch 3 apresentou resultados muito semelhantes, ou mesmo iguais, em diversos cenários, o que demonstra a fiabilidade da marca mantendo o preço inferior.

Redmi Watch 3

O ponto mais negativo acaba mesmo por ser o aspeto geral e como tudo foi montado neste relógio. Parece um equipamento menos cuidado e com um ecrã que perde o seu brilho por estar envolto numa moldura tão notável. Sem sombra de dúvidas que a empresa conseguiria ter feito um melhor acabamento neste relógio para colmatar este ponto.

Resumindo: não é o mais bonito, nem um equipamento que se vá destacar, mas oferece muitas funcionalidades que trabalham muito bem.

O Redmi Watch 3 pode ser adquirido por um PVPR de 99.99€.

Agradecemos à Xiaomi por nos disponibilizar o smartwatch para análise.

Redmi Watch 3

99.99€
8.3

Design

6.5/10

Funcionalidades

9.0/10

Autonomia

8.5/10

Preço

8.5/10

Conforto

9.0/10

Pros

  • GPS integrado
  • Funcionalidades bastante precisas a nível de monitorização de saúde
  • Autonomia para uma semana sem problemas

Contras

  • Design pouco cuidado
  • Chamadas de baixa qualidade em cenários mais ruidosos
Participe no sorteio:
sorteio impressora canon

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory

Participe nos nossos giveaway de 4º aniversário

X