Dicas para melhorar a privacidade dos dados online

A privacidade dos dados online tem sido um assunto importante nos últimos tempos com o crescimento dos ataques informáticos em busca desta informação pessoal que pode render milhões para muitos atacantes.

A Kaspersky, empresa especialista em cibersegurança, partilhou algumas dicas importantes que podem ajudar a garantir uma maior privacidades dos dados dos utilizadores quando ligados à rede.

kaspersky privacidade
Publicidade

“Resultados sobre si”, da Google

Recentemente a Google terá anunciado a ferramenta “Resultados sobre si“, um serviço que ajuda os utilizadores a remover os resultados de pesquisa que contenham informações de identificação pessoal.

Esta ferramenta poderá facilitar os utilizadores a terem noção de como e onde é que a sua privacidade está a ser exposta e ajuda, de certa forma, a eliminar essa ligação existente online aos seus dados.

google

No entanto, o problema é que este serviço apenas elimina a ligação de pesquisa, não os dados em si, podendo assim continuar a correr o destes serem utilizados por quem não deve.

Ajustar as definições de privacidade é o primeiro passo

Já lá vai o tempo em que as pessoas se podiam dar ao luxo de carregar apenas no botão “seguinte” sem que houvesse um grande risco associado a esta ação. Claro que os dados eram partilhados de igual forma, mas o número de ataques e o valor que era dado a quem conseguir aceder a este tipo de informação pessoal e privada era diferente.

Como primeira dica, a Kaspersky recomenda que os utilizadores verifiquem bem como se encontram as definições de privacidade de tudo.

kaspersky logo

A partilha excessiva de informação pessoal é muito recorrente e acaba por aumentar o nível de risco caso esses dados sejam apanhados por quem não era suposto deter essa informação. Muitas dessas partilhas de dados em excesso ocorrem nas redes sociais.

Embora seja algo natural que as pessoas partilhem com a família e amigos muito da sua vida, nas redes socias o risco é um pouco mais elevado e é para isso que servem as definições de privacidade.

A partilha de informação privada pode levar a casos de doxing e até mesmo a situações extremas, em que as pessoas são facilmente identificadas e partilham as suas rotinas diárias, levando a ser possível qualquer pessoas conhecer os sítios que visita, onde trabalha, os horários realizados, etc.

Bem estar digital kaspersky tecnologia familia smartphone

Partilhe apenas o essencial e mantenha a sua privacidade ao máximo, não expondo mais do que é preciso.

O rastreio da web

Todos os dias visitamos diversos sites e acedemos a diferentes serviços digitais, e muitos deles recolhem dados sobre as atividades online de cada utilizador muitas vezes sem que estes sequer se apercebam que tal está a acontecer.

Como forma de proteger um pouco a sua privacidade, a Kaspersky alerta para o facto desta informação poder vir a ser utilizada para traçar o perfil do utilizador, podendo assim os potenciais criminosos inferir os interesses de potenciais vitimas para mostrar banners publicitários direcionados.

criancas smartphone seguranca online

Existem para isto diversas extensões de navegadores ou componentes em soluções de segurança com a função de proteger a privacidade do utilizador limitando o rastreio de dados na web, impedindo assim que estes sites e serviços recolham informação desnecessária.

Proteção de dois fatores

Uma das melhores formas de proteger a sua privacidade é recorrer a métodos de autenticação de dois fatores sempre que esta opção estiver disponível. Desta forma, será sempre necessária uma segunda confirmação quando alguém tentar aceder às suas contas.

Embora uma senha forte seja o primeiro passo a ter em conta, a autenticação de dois fatores dificulta imenso o trabalho de qualquer criminoso que esteja a tentar aceder a uma conta que não lhe pertence, podendo mesmo levar a que o ataque seja evitado.

burlas online phishing cibercrime ransomware internet seguranca portal da queixa

“Estar online traz enormes possibilidades, mas também tem um custo para a nossa privacidade. A melhor maneira de a gerir é compreender os riscos. Para isso, é necessário estar ciente do que a Internet sabe sobre si, e é por isso que recomendamos que você mesmo se dirija ao Google de vez em quando e até subscreva notificações se surgir uma nova página com o seu nome nos resultados da pesquisa. Esta nova funcionalidade sensibiliza para estas práticas e pode tornar mais difícil aos intervenientes maliciosos a recolha de informações sobre si. No entanto, não significa que outras regras de higiene digital, tais como proteger contas e estar atento ao que se partilha, não se apliquem”

Vladislav Tushkanov, Lead Data Scientist at Kaspersky
Participe no passatempo:
passatempo xiaomi smart band 8

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory