fbpx

Epic Games junta-se à guerra contra comissões das lojas de aplicações da Apple e Google

No dia de ontem, a Apple e a Google decidiram eliminar o Fortnite da sua loja de aplicações.

Esta foi uma decisão tomada após a Epic Games começar a vender itens no jogo através de venda própria, fugindo assim dos canais oficiais das lojas.

No entanto, embora esta exclusão da app aparente ser apenas uma sanção por não cumprir as regras, a verdade é que existe uma grande guerra por detrás deste episódio.

Nos últimos meses, várias têm sido os fabricantes que protestam contra as comissões cobradas pela Apple e pela Google nas suas lojas. Estas empresas acusam assim as duas gigantes tecnológicas de gerir um monopólio ao qual é difícil fugir, contestação esta a que a Epic Games agora se junta.

fortnite iphone
Publicidade

Epic Games junta-se ao Spotify, Telegram e outros fabricantes na guerra às lojas de aplicações

Quando lançou o Fortnite para Android, a Epic Games evitou durante meses colocar o seu jogo na Play Store, disponibilizando, em alternativa, um apk para instalação direta no smartphone.

Há alguns meses, o Fortnite acabou por aterrar na loja de aplicações da Google, tornando assim a instalação mais simples. No entanto, mais numa das últimas atualizações, de forma a tentar evitar o pagamento de comissões, a Epic começou a disponibilizar aos utilizadores iOS e Android uma opção para pagar os itens num sistema de pagamento próprio com 20% de desconto face ao sistema oficial das lojas.

fortnite pagamento app store externo

Esta decisão não foi aceite pela Google e pela Apple que decidiram agora remover o jogo das suas lojas.

Porém, esta ação da Epic Games tem uma razão que há muito é discutida por outras marcas como o Spotify e Telegram.

Para estar nas lojas de aplicações das duas grandes marcas americanas, os fabricantes das apps têm de pagar 30% de comissão sobre o valor gerado na venda de aplicações ou de conteúdos pagos dentro da mesma.

fortnite jogo smartphone epic games

Esta regra tem sido bastante contestada e intitulada como monopólio, uma vez que as marcas dificilmente conseguem fugir ao pagamento deste valor. Embora no Android seja possível fornecer o APK ou alojar os programas noutras lojas de aplicações secundárias, no iOS ficam obrigados a utilizar a loja da Apple, sem que exista uma alternativa.

Juntando-se assim a outras empresas, a Epic Games chama a atenção para o problema das altas comissões, denuncia como ilegal a ação da Apple por não cumprir as regras anti monopólio e exige que as comissões sejam reduzidas e que se construa um ecossistema mais justo para os fabricantes das aplicações.

Também há alguns dias, o CEO do Telegram mostrou-se bastante crítico numas declarações contra o sistema e loja de aplicações da Apple.

Siga o Techbit no Facebook

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Publicidade