Ex-funcionário da ByteDance diz que governo chinês pode aceder aos dados do TikTok

O TikTok está novamente debaixo de fogo devido aos problemas de privacidade dos seus utilizadores.

Agora foi um antigo funcionário da ByteDance, detentora do TikTok, que revelou que o governo chinês tem acesso aos dados dos utilizadores da rede social.

tiktok microsoft
Publicidade

Governo Chinês terá acesso aos dados dos utilizadores do TikTok

O TikTok tem sido muito criticado, ao longo dos últimos meses, devido às sucessivas suspeitas de desrespeito da privacidade dos utilizadores e partilha dos dados com o Governo Chinês.

Embora a ByteDance, dona do TikTok, rejeite estas acusações e defenda que faz um esforço para manter a privacidade dos dados, são cada vez mais os indícios que apontam neste sentido.

As novas acusações surgem num processo de Yintao “Roger” Yu, antigo colaborador da ByteDance, contra a sua antiga empresa devido a ter sido despedido por reclamar com os seus superiores sobre a conduta interna que considerava ilegal.

rede social tiktok

Segundo Yu, o Partido Comunista Chinês tem um backdoor no TikTok que lhe permite aceder, sem limites, a todos os dados gerados pelo TikTok.

Além disso, revela ainda que a ByteDance rouba conteúdo ao Instagram e Snapchat, não respeitando direitos de auto, além de falsificar os dados de utilizadores para inflacionar os números, espalhar propaganda do Partido Comunista Chinês e usar softwares para remover vídeos de plataformas concorrentes sem permissão dos criadores do conteúdo.

Ainda sobre a partilha de dados com o governo, Yu diz que existe uma comité especial controlado pelo Partido Comunista com acesso a todos os dados, incluindo os dados recolhidos nos Estados Unidos, mesmo depois de terem cortado este acesso a alguns dos seus engenheiros.

tiktok smartphone

A ByteDance já reagiu a este processo, indicando que a acusação é infundada referindo que Yu trabalhou menos de 1 ano na empresa e que existe um compromisso por respeitar a propriedade intelectual de outras empresas.

Estas novas acusações têm ecoado nos Estados Unidos, local onde o TikTok tem já uma vida difícil depois de ter sido proibido de todos os equipamentos do governo americano.

Participe no passatempo:
passatempo xiaomi smart band 8

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory