Geração Z: 50% sente que tem o controlo sobre os seus dados pessoais online

Um estudo levado a cabo pela Sellingent Marketing Cloud chegou à conclusão que 50% da Geração Z sente que tem controlo sobre os seus dados pessoais, não sendo a privacidade dos mesmos uma questão prioritária para esta geração.

O objetivo principal do estudo em causa era de analisar qual a melhor atitude a ser tomada pelas marcas para poderem comunicar de forma mais eficaz com a Geração Z, que se mostra bastante diferente dos Millennials.

smartphone study criancas kids jovens
Publicidade

Geração Z prefere uma experiência híbrida. A tecnologia deve melhorar a experiência em lojas físicas

As pessoas nascidas entre 1997 e 2010 são o grupo de consumidores que fazem parte da chamada Geração Z, um grupo de pessoas que nasceu completamente rodeado de tecnologia ao contrário das gerações anteriores que tiveram um período de adaptação para a era tecnológica.

Apesar disso, não implica que estes sejam mais obcecados ou entusiasmados com a tecnologia, até porque o que muitos consideram uma novidade para a Geração Z é apenas o normal desenvolvimento de ideias a que estão habituados desde a nascença.

smartphone study criancas kids jovens

Apesar do à vontade com a tecnologia, o estudo levado a cabo pela Selligent Marketing Cloud, plataforma de marketing omnicanal e experiência de cliente, permitiu concluir que 50% da Geração Z sente que tem o controlo sobre os dados pessoais, não se tratando portante de uma prioridade para eles.

Se já era importante para os profissionais de marketing partilhar conteúdos relevantes com as gerações anteriores, esta noção torna-se ainda mais significativa no caso da Geração Z, devido ao nível de personalização por ela esperado. De forma a atingirem os dados que procuram, cada vez mais as empresas recorrem a soluções baseadas em Inteligência Artificial para chegarem aos resultados pretendidos junto desta geração mais nova.

amigos pessoas pc computador estudar escola

O estudo em questão permitiu ainda perceber que a Gen Z espera que a tecnologia seja uma melhoria para as experiências físicas em vez de substituir as mesmas. Quando comparados com os Millennials, o grupo etário em que se foca o estudo mostra que existe uma preferência da Geração Z pelas compras em loja física em diversas categorias.

A eletrónica (43% da Gen Z contrastam com os 37% dos Millennials) e o vestuário (43% contra 40%) são dois dos setores de maior destaque onde existe a preferência da geração mais nova de se deslocar às lojas físicas para adquirir o que pretende.

pessoas alunos escola pc computador estudar

Para além disso, a Geração Z também visita lojas físicas com mais frequência do que qualquer outro grupo etário. Os dados da Selligent dizem que 59% visita uma loja pelo menos uma vez por semana.

Assim sendo, as marcas precisam cada vez mais de adaptar a forma como comunicam com as gerações mais novas e devem apostar numa estratégia híbrida entre o espaço físico e o digital.

Geração Z procura mais informação sobre o que pretende comprar

A procura de informação sobre determinados produtos pode influenciar muito a compra de algo. Neste campo, a Geração Z é mais provável de recorrer às redes sociais para encontrar algum tipo de informação ou feedback antes de proceder à compra de algo quando comparada com as gerações mais velhas.

criancas smartphone seguranca online

Segundo o estudo em causa, 49% indica estar mais propenso a comprar algo após ver uma publicação ou anúncio numa rede social do que através de qualquer outro canal (SMS, website ou email). Para pesquisas de informação ou feedback estes consumidores preferem recorrer a influenciadores em plataforma digitais como o TikTok (23% – o dobro das outras gerações anteriores) ou o YouTube (49% comparando com os 37% dos Millennials).

Esta geração é diferente das suas antecessoras: não consome informação da mesma maneira, interage de forma diferente nas redes sociais, e o ato de fazer compras é para si uma nova experiência.

criancas smartphone seguranca online

“Esta geração cresceu com as redes sociais e consegue, por isso, adaptar-se a vários formatos e tipos de conteúdos. Assim, as empresas têm uma oportunidade única para conjugar a publicidade com estratégias de conteúdo específicas para este público, bem como para criar e integrar diferentes pontos de contacto com os consumidores,” afirmou Anne Jarry, Marketing Director Europe and North America da Selligent.

“Num ambiente de confiança, comunicar mensagens altamente relevantes – como vídeos personalizados incorporados numa newsletter ou um evento ao vivo no TikTok – é muito mais apelativo para a Geração Z do que para outras gerações. É necessária uma abordagem totalmente nova e surgem oportunidades que as marcas devem aproveitar”, conclui Jarry.

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory