fbpx

Huawei vai começar a incluir gradualmente o HarmonyOS nos seus equipamentos

A Huawei continua a sua jornada no mundo dos smartphones com um grande investimento no mercado chinês que lhe valeu a liderança no mercado dos smartphones.

No entanto, no mercado global, a marca tem registado quebras significativas que, para além do efeito Covid-19, são também justificadas pela não inclusão dos serviços da Google.

Embora a marca esteja a fazer um grande esforço para desenvolver o seu próprio ecossistema, muitas pessoas ainda não se sentem confortáveis por se afastar do ecossistema da Google.

harmonyos huawei
Publicidade

Huawei vai começar a usar HarmonyOS gradualmente nos seus equipamentos

Depois de começar a receber sanções dos Estados Unidos, a Huawei começou a desenvolver o seu próprio sistema operativo. Depois de lançar a primeira versão, tudo indica que o HarmonyOS 2.0 irá chegar já em setembro para integrar o novo Huawei Smart Watch.

O anúncio foi feito hoje num evento onde também confirmou que o Mate 40 será o último smartphone a utilizar um processador Kirin devido à marca chinesa se encontrar impossibilitada de produzir os seus SoC.

Gradualmente, a marca chinesa irá agora começar a integrar o seu sistema noutros equipamentos da marca como os de IoT, tablets, computadores, carros e smartphones.

A Huawei pretende assim que, em pouco tempo, o HarmonyOS seja seu sistema operativo global, tornando-se assim numa alternativa ao Android da Google cujo acesso para a marca chinesa tem sido dificultado.

Siga o Techbit no Facebook

Deixe um comentário

Publicidade