h5n8jz6xbmp7ho5wzrzkh8db7odi8k

Intel e AMD pararam de vender processadores para a Rússia devido à operação militar da Russa na Ucrânia

Com a operação militar realizada pela Rússia e Ucrânia com o propósito de dar o fim a guerra da Ucrânia contra separatistas que se iniciou em 2014, o envio de processadores tanto das empresas que lideram o mercado Intel e AMD pararam temporariamente de vender e enviar processadores para a Rússia.

Esta suspensão de venda de processadores está ligada com as sanções impostas à Rússia depois da invasão à Ucrânia, pela OFAC (Office of Foreign Assets Control). Sendo que as empresas que seguem as leis da instituição como por exemplo a AMD, poderá também não ser possível vender também chips para a Rússia, pois para aí caminha a tendência.

Isto poderá prejudicar, por exemplo, a mineração de criptomoedas, mas havendo vários sites de casino, sites como a playamo.pt, poderá ser uma forma de contornar a situação e continuar a fazer algum dinheiro extra. 

intel
Publicidade

Estas sanções impostas devem ainda também atingir outras marcas de renome no mercado de hardwares para o computador. Ainda não foi definido até onde irá afectar a distribuição de chips para a Rússia. Porém o bloqueio poderá afectar chips que seriam usados para uso militar por exemplo, isto inicialmente. 

Lembramos que este comunicado foi enviado a Tom’s Hardware, no qual confirmou a paragem de vendas de processadores de ambas as marcas como a Intel e a AMD. Segundo Tom’s Hardware, a empresa apesar de a Intel não ter ainda comentado, ela estará a preparar ainda uma lista de outro tipo de hardwares que irá parar de vender temporariamente na Rússia. 

amd logo russia

Ainda será possível comprar placas de vídeos desta marca e outras, porém com o desenrolar da invasão Russa à Ucrânia, poderá mesmo ser suspenso também no mercado por inteiro. Só nos resta esperar e ver como a Rússia irá se suceder num futuro próximo. 

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Publicidade