Inteligência Artificial tem sido utilizada de forma mais intensificada nos ciberataques

A Inteligência Artificial tem sido um tópico recorrente em todas as áreas dd tecnologia atual, com inúmeras vantagens a serem destacada ssobr o uso da mesma nos diferentes serviços, equipamentos e áreas.

No entanto, tudo o que é bom é acompanhado por um lado mais sombrio, e os hackers sem sombra de dúvidas que sabem tirar proveito de novas tecnologias, especialmente aquelas que podem ajudar a fazer o trabalho sujo de forma mais simples, rápida e direta.

Hacker PC Virus Ataque Ransomware qbot malware
Publicidade

A Check Point adverte para o uso da Inteligência Artificial como tecnologia de ataque em vez de ser um método de defesa.

Serviços especiais de Inteligência Artificial para hackers

Da mesma forma que existem ferramentas como o ChatGPT que permitem obter respostas completas com imensa facilidade e oferecem uma ajuda extra em diversos campos, o mesmo se passa no lado mais negro da Internet.

A Check Point® Software Technologies Ltd. (NASDAQ: CHKP), fornecedor líder de plataformas de segurança cibernética alimentadas por IA e entregues na cloud, adverte que, embora a IA esteja a ser aproveitada para ajudar a combater o cibercrime e a caçar hackers e ameaças, vários serviços de IA também são utilizados pelos atacantes. Esta é uma tendência muito perigosa que está a mudar o mundo do crime organizado.

FraudeGPT Inteligência Artificial

“Estas ferramentas mostram que os cibercriminosos podem adaptar a IA para tornar os ataques mais eficazes, facilitando o roubo de dados das vítimas. Por isso, é necessário repensar as estratégias de cibersegurança existentes e também analisar o enquadramento ético que rege o desenvolvimento e a utilização da IA”

Oded Vanunu, Head of Vulnerability Research da Check Point Software Technologies

Os piratas informáticos podem utilizar várias tecnologias de Inteligência Artificial para criar e aperfeiçoar ameaças e táticas de ataque. Ferramentas como FraudGPT, XXXGPT ou WolfGPT são exemplos de como a IA pode ser explorada para fins maliciosos.

FraudGPT

O FraudGPT representa um marco na utilização maliciosa da tecnologia de IA, uma vez que é uma plataforma que pode ser subscrita, como qualquer outro serviço, e permite a criação de identidades falsas, e-mails de phishing eficazes, malware ou a utilização de engenharia social para enganar os utilizadores.

Tudo isto pode ser feito a um nível muito elevado, de modo que mesmo pessoas com competências técnicas mínimas possam efetuar ataques complexos.

XXXGPT

A ferramenta XXXGPT é popularmente utilizada por criminosos para gerar códigos RAT que lhes permitem assumir remotamente o controlo do dispositivo da vítima e roubar dados sensíveis sem serem detetados ou alterá-los ou corrompê-los silenciosamente.

Também pode gerar spyware, ransomware, keyloggers e códigos especiais para ataques direcionados. Esta ferramenta polivalente também pode criar e distribuir todo o tipo de desinformação ou material comprometedor concebido para chantagear e assediar as vítimas.

WolfGPT

O WolfGPT é conhecido pela sua complexidade e arquitetura, baseada na linguagem de programação Python. Pode criar malware encriptado e campanhas de phishing convincentes.

Além disso, permite a criação de um vasto arsenal de armas cibernéticas, incluindo botnets, trojans de acesso remoto, keyloggers ou ferramentas para roubar dados e criptomoedas.

Screenshot 20240613 164242 Microsoft 365 Office inteligência artificial

É uma ferramenta de Inteligência Artificial também utilizada pelos cibercriminosos para criar códigos maliciosos dirigidos a POS e para ataques direcionados a ATMs, ou para branqueamento de capitais e identificação de fragilidades em redes empresariais.

A cibersegurança no cenário da Inteligência Artificial utilizada como forma de ataque

O surgimento de modelos avançados de Inteligência Artificial, como o FraudGPT, o XXXGPT e o WolfGPT, exige uma nova abordagem à segurança, uma vez que as defesas convencionais são insuficientes contra estas ameaças complexas e adaptáveis.

Ao mesmo tempo, devem ser abordadas questões éticas relativas à responsabilidade dos criadores de IA e à forma de evitar a utilização indevida da IA em geral. Estamos a entrar numa era de IA em que a dupla utilização destas tecnologias é cada vez mais evidente.

ransomware ciberseguranca virus informatica

Os especialistas consideram que, cada vez mais, é importante começar a regulamentar e legislar o uso da Inteligência Artificial, começar a apostar mais na educação das pessoas nesta temática, apostar no desenvolvimento de sistemas e algoritmos de segurança avançados e tem de começar a haver uma maior cooperação internacional no combate a este tipo de ameaças.

“A utilização indevida dos serviços de IA é uma ameaça séria que não pode ser ignorada. É essencial que governos, reguladores e empresas tecnológicas trabalhem em conjunto para desenvolver e implementar medidas para travar a utilização indevida das tecnologias de IA”

Oded Vanunu, Head of Vulnerability Research da Check Point Software Technologies
Aproveite a campanha:
bluetti prime day

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory

Participe nos nossos giveaway de 4º aniversário

X