Microsoft oficializa o Windows 365, o SO que pode correr em (quase) tudo

O sistema operativo da Microsoft continua a ser o mais utilizado em todo o mundo e, de forma a oferecer uma maior versatilidade e garantir o acesso de todos, o sistema vai agora ser lançado numa versão preparada para a cloud.

O Windows 365 vai integrar os serviços 365 já conhecidos da empresa e vai ser oficialmente lançado no dia 2 de agosto de 2021.

Windows 365 microsoft cloud
Publicidade

Windows 365: uma experiência baseada na cloud

A má noticia no meio de tudo isto é que, para já, os planos da Microsoft são de manter este serviço disponível apenas para o público empresarial.

O SO estará disponível para os clientes empresariais através de um pagamento mensal que vai permitir aceder à versão virtual do Windows.

O acesso poderá ser feito através de quase todos os equipamentos que possam ter à disposição com acesso à internet, incluindo um tablet ou o smartphone.

windows 11 pc

Com a ligação 365 dos serviços Microsoft, vai ser assim possível para qualquer profissional iniciar um projeto no computador, continuar a trabalhar desde o mesmo ponto nos transportes através do tablet e terminar o que foi iniciado quando chega a casa, tudo sem interrupções.

A apresentação do sistema pode ser consultada aqui através do vídeo oficial onde Satya Nadella, Diretor Executivo da Microsoft explica o conceito um pouco mais em detalhe.

Sendo considerado um serviço, a Microsoft garante que vai ser um ambiente seguro, graças à Zero Trust, com a informação a ser totalmente armazenada na nuvem em vez de ficar no próprio equipamento. Os backups são feitos constantemente e de forma automática.

windows 11

A informação divulgada sobre o sistema operativo virtual ainda é reduzida e será tudo esclarecido na data de lançamento do Windows 365, incluindo o preço mensal (e provavelmente anual), resoluções suportadas, etc.

O sistema baseado na cloud vai ter, para já, duas versões para empresa: o Business e o Enterprise, de forma a oferecer uma experiência sem problemas consoante as necessidades de cada cliente e das capacidades das máquinas disponibilizadas para o efeito.

Apesar de ainda não estar confirmado de forma alguma é esperado que, mais tarde, a Microsoft acabe por disponibilizar esta versão virtual também para os utilizadores não empresariais.

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Publicidade