Portal da Queixa recebeu mais de 173 mil reclamações em 2021

O Portal da Queixa teve o seu oitavo ano consecutivo de crescimento. Atualmente é a maior rede social de consumidores do país e no decorrer de 2021 foram registadas, em média, mais de 500 reclamações por dia.

Correio, Transporte e Logística; Serviços da Administração Pública e Comunicações, TV e Media foram as três categorias mais reclamadas, no Portal da Queixa, em 2021. O portal alerta ainda para um crescimento no número de reclamações ligadas às burlas online, sendo agora a Tiffosi que está em destaque no começo de 2022.

portal da queixa site
Publicidade

Portal da Queixa teve um crescimento de 7% face a 2020

A plataforma é a que mais reclamações recebe por parte dos consumidores em Portugal, tornando-se a rede de referência para os consumidores exporem as suas queixas sobre as empresas no mercado.

De 2020 para 2021 o Portal da Queixa teve um aumento na casa dos 7%. Concretamente, em 2021, a plataforma registou 173.853 reclamações por parte dos consumidores, chegando assim a uma média de mais de 500 reclamações por dia útil.

A análise do Portal da Queixa identificou quais os setores com o maior volume de reclamações em 2021. No TOP 5 estão: Correio, Transporte e Logística; Serviços e Administração Pública; Comunicações, TV e Media; Informática, Tecnologia e Som e, em quinto lugar, Água, Eletricidade e Gás.

portal da queixa logo

A categoria com o maior número de reclamações, mantendo assim o primeiro lugar como aconteceu em 2020, foi a de Correio, Transporte e Logística. Isto porque, devido ao contexto de pandemia atual, que teve alguns momentos mais intensificados no decorrer de 2021, levou a que houvesse uma grande procura destes serviços devido às entregas dos artigos comprados online.

A partir da Páscoa, o plano faseado de desconfinamento permitiu a retoma da maioria das atividades. Com o regresso à normalidade das rotinas, no Portal da Queixa verificou-se um aumento de reclamações em categorias como Desporto, Ginásios e Clubes e Cultura, Lazer e Diversão.

A análise efetuada indica que no TOP 5 das categorias com maior variação face a 2020 estão: Internet, Sites e Negócios (uma subida de 46%); Construção, Indústria e Manufactura (41%); Desporto, Ginásios e Clubes (37%); Mobiliário, Decoração e Eletrodomésticos (24%) e Cultura, Lazer e Diversão (19%).

portal da queixa avaliacao estrelas

Tiffosi está a ser alvo de esquemas fraudulentos online

O Portal da Queixa analisou recentemente um aumento esporádico de reclamações feitas à marca de vestuário Tiffosi. Ao que tudo indica, com o começo da época de saldos, surgiram diversos sites que recorrem ao nome da conhecida marca para aplicarem esquemas fraudulentos aos consumidores.

Este tipo de esquemas não é novidade. A plataforma reporta que detetou o registo de várias reclamações que fazem referência a websites falsos que, com a denominação “Outlet”, estão alegadamente a promover diversas ofertas online recorrendo ao nome da marca Tiffosi.

Alguns dos casos deixaram a referência a alguns sites, como por exemplo: tiffonlinept.shop ou tifoutonlin.shop.

tiffosi website site

Maria Vilaça, uma das consumidoras que foi lesada com este esquema partilha no Portal da Queixa que “Devia ter suspeitado de burla, porque como diz o ditado, “Quando a esmola é grande o pbre desconfia”, mas como era um site de Outlet e a marca Tiffosi é uma marca de confiança, resolvi arriscar.” A mesma consumidora entende que a marca possa não ter responsabilidade direta no caso, mas lamenta que “a Tiffosi ainda não tenha feito nada para reverter a situação, pois o site ainda está a funcionar, e continua a vender.”

Ana Raposo, outra das consumidoras enganadas, afirma que tudo lhe parecia autêntico e legítimo “dado apresentar o logotipo da Tiffosi, bem como os artigos da coleção da Tiffosi (…) Para além disso, anteriormente o site da Tiffosi tinha um separador que denominava de outlet, pelo que quando vi a denominação da página, www.tifoutonlin.shop, achei que se tratava efectivamente da separação dos produtos de outlet para um endereço específico.”.

Como já havia sido alertado, os ataques informáticos com base em técnicas de phishing sofreram um grande aumento desde o início da pandemia COVID-19 e esta é uma tendência que se vai manter no ativo por algum tempo. També o ransomware teve um grande aumento no ano passado e deverá continuar a ser uma das maiores ameaças para as empresas econsumidores.

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory