Roblox: concertos virtuais podem vir a ser o futuro da música

A plataforma Roblox permite criar um universo muito próprio e interativo a quem se quiser juntar. Desta forma, e em parceria com a cantora Zara Larsson, Jon Vlassopulos, Global Head of Music na Roblox, acredita que poderá revolucionar o mundo da música e mudar a forma como as pessoas interagem com os seus ídolos.

A cantora recentemente começou uma grande colaboração com a plataforma Roblox e acredita que “este será mesmo o futuro”.

zara larsson web summit roblox
Publicidade

Zara Larsson mostra-se entusiasmada com a mudança que a Roblox está a querer criar no mundo da música

A Roblox é um mundo aberto, virtual, capaz de simular um multiverso que permite a qualquer pessoa criar o seu próprio mundo virtual e projetar as suas experiências dentro de uma plataforma digital que permite uma interação em tempo real com outros utilizadores e, também, com artistas.

Zara Larsson, cantora de vários hits do mundo Pop como, por exemplo, This One’s For Me, começou recentemente a colaborar com a plataforma e teve já o seu próprio evento no mundo virtual. A experiência foi inovadora para a cantora que acredita “que este será mesmo o futuro”, como disse no palco central da Web Summit.

“É uma interação diferente, mas que facilita muito a união entre todos”, comenta Larsson em palco. Jon Vlassopulos explica a todos os presentes que desta forma, “em vez de viajar por todo o mundo durante um ano”, como costuma ser hábito para os artistas nos tempos em que se encontram a realizar uma turné, “é possível reunir o mundo todo no mesmo local para partilharem a experiência em conjunto com outras pessoas e com os seus artistas favoritos”.

A plataforma Roblox funciona com o recurso à criação de um avatar da pessoa que pode, depois, ser personalizado a gosto. “Não existe qualquer limitação da criatividade”, diz Jon Vlassopulos, “No mundo real, muitas pessoas nunca conseguiram experienciar um meet and great, mas neste espaço é possível interagir de forma mais fácil”.

No concerto de Zara Larsson através da Roblox, muitos foram os fãs que “gritavam”, como comentou a cantora, “tira uma foto comigo”. “Depois eu respondia com um ‘claro, juntem-se todos’ e lá vinham os pequenos avatares todos para junto de mim e os fãs tiravam um print screen”, contou Zara Larsson entre risos no palco.

zara larsson web summit roblox

A cantora mostrou-se sempre muito entusiasmada com o projeto e com as infindáveis possibilidades que vai abrir ao mundo da música. “De certa forma, é a vida real, mas online”.

No futuro, claro, existe espaço para melhorar e a cantora espera conseguir melhorar ainda mais a interação com os fãs, “ir além dos comentários deles e poder interagir mesmo com cada um”.

Jon Vlassopulos refere que atualmente já existem milhares de artistas na plataforma, especialmente criadores de conteúdo, e tem a certeza que “futuramente a comunidade vai continuar a aumentar”.

zara larsson web summit roblox

A tour de Zara Larsson para promover o seu próximo projeto vai decorrer através da plataforma Roblox em vez de ir de rádio em rádio falar sobre o projeto e, atualmente, encontra-se à venda merchandising exclusivo da cantora para os avatares dos fãs.

“Em vez de andar a fazer a tour por todo o lado, aqui posso conectar-me diretamente com as pessoas”

Zara Larsson na conferência de imprensa na Web Summit

A plataforma “permitiu-me criar uma ligação com pessoas mais novas que, ao vivo, nunca seria possível, ou então seria muito complicado de realizar”, comentou a cantora na conferência.

Jon Vlassopulos comentou ainda que a Roblox deu a conhecer a mais pessoas o trabalho da cantora, pois “levou a Zara até um novo público que ainda não a conheciam e que passaram a seguir o seu trabalho noutras plataformas mais tradicionais após o espetáculo na Roblox”.

zara larsson web summit roblox

O acesso à plataforma é completamente gratuito, sendo que depois é possível comprar produtos virtuais para personalizar o mundo que cada um deseja criar.

Zara Larsson, apesar de muito confiante na plataforma, acredita que ainda “existe espaço para melhorar”. “Já fiz várias lives em diversas plataformas e, aqui é possível conviver com amigos e falarem todos diretamente comigo”, mas “a energia sentida quando subimos a palco é algo que a plataforma ainda tem de melhorar”, acrescenta a cantora, “por agora, acho que é um grande avanço, mas claro que é completamente diferente aquela energia que nós sentimos a vir do público quando estamos num palco real em vez de no mundo virtual”.

Apesar disso, Jon Vlassopulos deixa no ar uma ideia de “talvez criar um ecrã com 180 graus onde vai aparecendo a imagem ao vivo de quem está a assistir ao oncerto juntamente com as suas mensagens para os artistas”, desta forma seria possível aumentar a interação e melhorar a experiência, “dar um toque mais real”.

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Publicidade