fbpx

Smartphones Huawei anteriores a 2019 poderão deixar de receber atualizações de Android

A guerra entre o governo de Trump e a Huawei já dura há bastantes meses e tem pesado bastante para a marca chinesa.

Após ter sido proibida de negociar com empresas americanas, o que a impossibilitou de utilizar os serviços da Google em novos equipamentos, também se viu impedida de fabricar os seus processadores Kirin.

No entanto, segundo novas fontes, parece que a licença que permitia à Huawei atualizar os smartphones antigos chegou ao fim, o que coloca em risco as atualizações de todos os equipamentos da marca chinesa.

huawei
Publicidade

Smartphones da Huawei podem deixar de receber atualizações de Android

Em 2019, a Huawei foi impedida de utilizar os serviços da Google nos seus equipamentos. Ou seja, todos os smartphones lançados depois de maio de 2019 não iriam integrar os populares serviços e aplicações da Google.

Este foi um grande problema que a marca chinesa teve de enfrentar, mas que não afetou os utilizadores atuais dos seus smartphones graças a uma licença temporária que autorizava os equipamentos já existentes a manterem tudo o que já possuíam.

No entanto, o Washigton Post afirma agora que isto poderá agora mudar, uma vez que esta tal licença perdeu a validade.

Embora haja uma grande probabilidade desta licença ser renovada, existe o risco de não acontecer e deixar milhares de utilizadores de equipamentos Huawei sem atualizações das aplicações da Google e com algumas atualizações do sistema Android em risco.

harmonyos huawei SO

Para conter este problema, uma vez que não aparenta haver fim à vista, a Huawei está já a desenvolver o HarmonyOS, um sistema operativo próprio que irá começar a integrar os dispositivos da marca de forma gradual. Além disso, a marca tem investido forte no desenvolvimento das suas próprias aplicações e loja de apps, procurando atenuar a falta das aplicações da Google.

Siga o Techbit no Facebook

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Publicidade