fbpx

Texas Instruments elimina suporte a ASM e bloqueia execução de aplicações

Para os alunos de matemática do ensino secundário, a calculadora gráfica é uma das maiores companhias durante os três anos de estudo. De entre as várias marcas no mercado, a Texas Instruments é, sem dúvida, uma das referências, oferecendo vários tipos de soluções.

Se até aqui estas calculadoras se diferenciavam pela capacidade de criação e execução de aplicações, a TI poderá agora limitar esta opção de forma a combater a cópia nos exames.

Texas Instruments limita instalação de aplicações em calculadoras

A Texas Instruments prepara-se para retirar uma função muito popular nas TI-84 Plus e TI-83 Premium CE, o suporte para programas baseados em Assembly, o que afeta todos os programas escritos em ASM e C.

Esta alteração virá com a nova atualização OS 5.6 (TI-84 Plus) e OS 5.5 (TI-83 Premium CE) e, além de retirar a possibilidade de aceder às aplicações, não será possível voltar para uma versão anterior.

texas instruments ti 84 plus
Publicidade

Como justificação para esta alteração, a Texas refere com esta atualização pretende prioritizar a aprendizagem e minimizar os riscos de segurança. No entanto, na verdade, esta atualização chega como resposta a um vídeo publicado por um estudante onde mostrava como era possível fazer um bypass ao modo exame.

Esta alteração tem deixado os programadores frustrados, uma vez que neste vídeo é utilizado uma versão antiga do sistema (OS 5.2.2) já com 3 anos e por considerarem que esta atualização é demasiado rígida de forma a tentar melhorar a reputação do modo exame das suas máquinas.

Além disso, foi também dada à comunidade uma versão de teste desta nova atualização, onde incluíram as novas capacidades de programação em Phyton, mas mantiveram o suporte a ASM ativo, apenas o desativando na versão final sem que fosse dada nenhuma indicação prévia sobre essa alteração.

Com esta alteração, a TI bloqueou assim o acesso a todas as aplicações e jogos desenvolvidos para esta calculadora impossibilitando qualquer adaptação. Como resposta a isso, os programadores estão a centrar-se agora em encontrar Exploits no novo sistema que permitam correr ASM, além de estarem a explorar novas formas de fazer bypass ao modo de exame, o que irá projudicar o objetivo que esta atualização mantinha.

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Publicidade