The Purple Check, a ferramenta de IA para falar e informar sobre a violência de género

A LLYC lançou a The Purple Check, uma inteligência artificial que ajuda a falar e a informar melhor sobre a violência de género.

A ferramenta funciona de forma simples e intuitiva, bastando para isso introduzir um título e a The Purple Check verifica se as palavras que foram utilizadas estão em conformidade com as regras de boas práticas decorrentes das diretrizes de United Nations Development Programme (UNDP) e de Mediterranean Network of Regulatory Authorities (MNRA).

silence is violence cartaz protesto mulheres violencia
Publicidade

The Purple Check pretende ajudar a espalhar a informação sobre a violência de género de forma correta

the purple check 2 the purple check

A LLYC lançou a The Purple Check no seguimento da informação sobre a violência de género ser passada de forma incorreta e com uma maior incidência nos dados da vítima do que nos dados do agressor.

Além disso, as notícias sobre a violência de género tendem a tornar-se mais apelativas pelos títulos mal escritos, feitos com o intuito de chocar e atrair quem está a ler.

Ao introduzirmos um título na plataforma de inteligência artificial The Purple Check, a ferramenta vai analisar as palavras inseridas e verificar se estas estão em conformidade com as regras de boas práticas decorrentes das diretrizes de United Nations Development Programme (UNDP) e de Mediterranean Network of Regulatory Authorities (MNRA).

Caso isso não aconteça, a ferramenta recomendará um alternativa de como dizer a mesma coisa de forma a informar sem promover a desigualdade e, assim, devolver o foco à comunicação.

image 5 the purple check

The Purple Check é uma ferramenta de livre acesso, uma vez que a empresa acredita que a luta contra a violência de género é um assunto de todos na defesa dos direitos humanos.

“The Purple Check reflete o nosso compromisso para com a igualdade. É um contributo que damos através da inovação e da nossa ferramenta própria de IA para gerar consciencialização social. Precisamos de um tratamento da informação mais objetivo, equilibrado e justo. A solução permite-nos focar as notícias com perspetiva de género. Apenas se todos detetarmos a parcialidade é que podemos fazer da linguagem mais uma ferramenta de mudança”

Luisa García, Sócia e COO Global da LLYC
the purple check 2 1 the purple check

The Purple Check resulta das conclusões do relatório “Desfocadas: Como opinar e informar melhor sobre a violência de género” realizado pela LLYC no âmbito do dia 8 de Março, Dia Internacional da Mulher.

O estudo conclui que, embora os meios de comunicação social consciencializem, sensibilizem e previnam a violência de género duas vezes mais do que as redes sociais, ainda há muito trabalho a fazer.

Ainda assim, 20% das notícias publicadas justificam as agressões e uma em cada seis viola a intimidade das vítimas, através da exposição de dados pessoais que estas prefeririam evitar. Além disso, no geral, sabemos muito sobre as vítimas e pouco sobre o agressor. 75% mais menções aos atributos das vítimas. O negacionismo alimenta-se a si próprio: uma insinuação nos meios de comunicação social multiplica-se por quatro na conversa social.

Participe no passatempo:
passatempo xiaomi smart band 8

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory