Vinted é o novo alvo de burlas online

A análise foi feita pelo Portal da Queixa que reparou num aumento significativo de queixas sobre burlas online ligadas à plataforma Vinted, uma plataforma online de compra, venda e troca de artigos.

Desde o início do ano 2022, 43% das reclamações apresentadas à Vinted através do Portal da Queixa estão relacionadas com burlas ou fraudes feitas através da plataforma.

vinted
Publicidade

Vinted é utilizada para burlar os consumidores recorrendo ao MB Way

A Vinted é uma plataforma de compra, venda e troca de artigos online, com sede na Lituânia, que começou recentemente a ganhar muito destaque entre os consumidores por oferecer características diferentes das outras plataformas semelhantes.

Como tudo na Internet, seria uma questão de tempo até que os burlões percebessem o potencial da Vinted e começassem a aplicar golpes na plataforma. Segundo o relatório do Observatório de Cibersegurança de 2021, as burlas com o MB Way lideram as denúncias de criminalidade informática feitas à Procuradoria-Geral da República.

portal da queixa

Segundo os dados divulgados pelo Portal da Queixa, entre 1 de janeiro e 31 de julho de 2022, 43% das reclamações direcionadas à Vinted estão relacionadas com burlas ou fraudes por MB Way, tendo-se intensificado mais nos últimos dois meses.

Do total de queixas feitas através da plataforma em 2022, a reportar alegados esquemas fraudulentos, 56% foram registadas entre junho e julho. Apesar de todas as medidas de segurança promovidas pela Vinted, os números ligados às burlas através da plataforma continuam a aumentar.

vinted

Nadia Coelho partilha que abriu uma conta na Vinted e recebeu uma mensagem na própria app na plataforma, que teria de associar um cartão MB Way com saldo de 200€. “O primeiro cartão “não deu” e coloquei outro cartão de outra conta. Foram ao todo 400€ de burla”, relatou a consumidora.

“Tiraram-me 1000 euros da conta”, queixa-se Ana Jorge que apresentou reclamação contra a Vinted no dia 22 de julho e ainda aguarda resposta e resolução. Ana terá recebido uma mensagem com um suposto link de confirmação para associar o seu cartão e confirmar a transação desejada, algo que não aconteceu da forma que era esperado.

portal da queixa site

Também Bárbara Guedes afirma ter sido enganada na primeira venda que realizou na plataforma: “Fui burlada em 600€ na Vinted”, acusa. A consumidora explica que terá também recebido um link associado, supostamente, à plataforma para confirmar a compra desejada. Ao inserir os seus dados, viu 150€ saírem da conta com o pretexto de que ficariam cativos e posteriormente devolvidos. O mesmo aconteceu uma segunda vez, com uma outra conta pois a informação que lhe davam era de que havia um erro e não estavam a conseguir confirmar a transação.

“Fui direcionada para um e-mail com o nome da mesma loja onde me pediram para inserir os dados do cartão e o montante que estaria na minha conta para verificar que era a exata conta”, explica na reclamação, acrescentando que “disseram que estava a dar erro e para voltar a tentar. Depois disseram que podia ser ser da minha conta para tentar outra. Introduzo outra conta, esta de uma amiga e eles disseram que o montante em causa 150€+150€ seria reembolsado para a conta da minha amiga. Quando ela autorizou retiraram-lhe a ela 300€.”

burlas online phishing cibercrime ransomware internet seguranca portal da queixa

Liliana é outra consumidora alegadamente vítima de um esquema de burla e lesada em 500 euros. Segundo reporta na queixa dirigida à Vinted: “Recebi mensagens da própria marca Vinted para receber o pagamento dos artigos”, explica. “perguntaram-me o valor exato que tinha na conta e pediram-me um montante de 500€ que seria devolvido na hora após verificarem os dados da conta. Acontece que me foram retirados esses 500€, neste momento encontram-se em saldo cativo e não sei se poderei receber esse dinheiro de volta ou não.”

Liliana acrescenta ainda que não consegue contactar com a plataforma para tentar resolver o problema de outra maneira, tendo então avançado para a reclamação em questão. “Tendo em conta que não consigo contactar a Vinted, considero que fui roubada e quero os meus 500€ de volta.”

Phising cartaPhishing cartao hacker online compras pc ransomwareo hacker online compras pc ransomware

Cristina Reinaldo foi uma das últimas consumidoras a apresentar reclamação no Portal da Queixa. “Levantaram-me 1900€ da conta e não me devolveram!!!”, denuncia.

Literacia digital é fundamental no combate às burlas online

As burlas online têm gerado um aumento em grande escala do número de reclamações feitas às empresas que operam através de plataformas online, tendo levado a um aumento de mais 22% de reclamações no início do ano 2022.

Sendo algo que já era comum de acontecer, mas que tem vindo a acontecer com muito mais frequência, as burlas online direcionadas aos consumidores estão muito ligadas à falta de literacia digital e da promoção da mesma de forma simples e direta para os consumidores.

O MB Way é uma plataforma muito simples e eficaz de ser utilizada, tanto para o lado positivo como negativo do que pode ser feito através da plataforma. O Portal da Queixa partilhou algumas dicas de como evitar burlas através deste portal.

  • recusar pagamentos por MB Way, sempre que desconheça o modo de funcionamento da aplicação;
  • em caso de dúvida, antes de utilizar a aplicação, solicitar informação ao banco sobre o seu funcionamento;
  • nunca seguir instruções de desconhecidos para fazer ou receber pagamentos através do MB Way;
  • se for contactado para aderir à app MB Way, seja através do Multibanco ou do homebanking, com recurso a um número de telefone que não é o seu, interrompa esse contacto, e informe de imediato o seu banco e as autoridades;
mb way
  • para aderir ao MB Way, nunca use o número de telefone de outra pessoa. Qualquer número que introduza na adesão ficará associado ao seu cartão e à sua conta bancária, o que permitirá movimentá-la.
  • se é utilizador da app MB Way, não partilhe com ninguém o PIN da aplicação;
  • nem bancos nem entidades como operadoras de telecomunicações (ou outras) solicitam, telefonicamente ou por email, que adicione um número de telefone que não seja o seu à sua conta bancária;
  • mantenha o seu contacto telefónico atualizado junto do seu banco;
  • no caso de vendas online, sempre que possível, receba os pagamentos presencialmente ou por transferência bancária.

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory