YouTube vai testar um sistema de moderação de comentários mais restrito após queixas de YouTuber’s

Após diversas queixas por parte de grandes nomes da plataforma YouTube, a plataforma decidiu avançar com algumas medias para controlar os comentários de spam que têm vindo a aumentar drasticamente na plataforma.

Este problema já havia sido reportado por diversos criadores de conteúdo como é o caso de Linus Tech Tips, Jacksepticeye e MKBHD.

youtube pc computador
Publicidade

Comentários de spam levam YouTube a tomar uma medida mais restrita

Os comentários de spam sempre foram uma constante pelo YouTube fora, sendo um problema ainda mais comum em vídeos de criadores de conteúdo com inúmeros subscritores. No entanto, nos últimos tempos, este problema tem-se tornado cada vez maior e levou a que alguns YouTuber’s alertassem a plataforma de uma maneira mais direta.

Através de alguns vídeos nos seus respetivos canais, os criadores de conteúdo que trabalham maioritariamente com a plataforma YouTube alertaram para a quantidade irrisória de comentários que recebiam nos seus próprios vídeos de contas que se faziam passar por eles a partilhar links maliciosos ou ofertas inexistentes.

youtube

Logo em fevereiro, Linus Sebastian alertou para o problema com um vídeo no seu canal que começa com a frase “o YouTube tem um problema. O spam“. Continuando a enumerar diversos problemas que têm vindo a aumentar na plataforma e na internet de forma geral.

Também MKBHD publicou um vídeo com o título “YouTube Needs to Fix This” (O YouTube tem de resolver isto) onde o criador de conteúdo se queixa de ter inúmeros comentários iguais nos vídeos de contas que se fazem passar por ele próprio e que chegaram a um ponto em que é impossível controlar este tipo de atividade.

Os esquemas são diversificados, mas o objetivo é sempre o mesmo: levar os fãs dos canais em questão a saírem do site oficial do YouTube para uma outra plataforma ou mesmo para um site fraudulento através de promessas que nunca serão cumpridas.

Na maioria das vezes, os utilizadores pensam que o comentário veio por parte do criador do vídeo, uma vez que as contas falsas por norma tentam fazer-se passar por eles, e acabam por sofrer algum tipo de crime cibernético por acharem que estavam em contacto com um dos YouTuber’s.

youtube

Atualmente a plataforma de vídeos tem vária formas de combater este tipo de comentários, maioritariamente recorrendo a machine learning e a um controlo humano para remover de forma automática este tipo de comentários. Através destes métodos a empresa apagou “mais de 950 milhões de comentários que violam as nossas política ligadas ao spam, a informações enganadoras ou a esquemas” no final do ano de 2021.

Com base nos problemas reportados, o YouTube decidiu disponibilizar uma nova ferramenta de controlo, que ainda se encontra numa fase experimental, que oferece uma maior restrição de potenciais comentários inapropriados.

Estes comentários vão ficar retidos de forma automática até que sejam revistos. Esta funcionalidade já começou a ser testada em dezembro de 2021, no entanto, já se encontrava em testes na empresa desde 2016.

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory