Avisos de terramoto em Android mostraram-se eficazes

As Filipinas fora atingidas por um terramoto de magnitude 6,7 logo pela manhã do dia 23 de junho, mas os utilizadores de equipamentos Android receberam o aviso de perigo com antecedência para que se pudessem prevenir.

Este serviço foi disponibilizado recentemente em vários locais e será, mais tarde, implementado a nível mundial.

Android terramoto avisos
Publicidade

Android Earthquake Alerts System

A ideia por detrás do serviço da Google é a de ajudar as pessoas a lidar com uma situação de risco, ou seja, quando ocorre um terramoto.

Ao que foi relatado por diversas pessoas na Internet, o aviso chegou ao telemóvel dos utilizadores com alguns segundos de antecedência com toda a informação relevante para o momento e com indicações de como proceder.

A ideia da empresa é criar a “maior rede de deteção de terramotos do mundo” recorrendo apenas à tecnologia e aos sensores que já existem atualmente por todo o lado.

Os alertas recorrem ao acelerómetro dos smartphones para reconhecer e detetar a onda inicial, não destrutiva, emitida quando ocorre um terramoto. Logo após ser detetada, o equipamento envia um sinal de localização da cidade em que se encontra, sem incluir o código postal ou o nome da rua, para os servidores da Google.

https://twitter.com/jallina_ss/status/1418676385724260353

São feitas as devidas confirmações sobre a possível ameaça que pode estar para chegar e só depois é enviado o alerta para todos os utilizadores com um mapa, a magnitude do sismo e as recomendações básicas de prevenção (baixar, cobrir e segurar).

A ideia é que a notificação consiga chegar aos utilizadores segundos antes das vibrações começarem a ser sentidas para que todos se possam começar a proteger com alguma antecedência.

Android terramoto app

Esta função está automaticamente ativada nas zonas que o permitem, no entanto é possível ser desativada se o utilizador assim o preferir. Basta ir às definições > Localização > Avançadas > Alerta de Terramotos.

A empresa começou a disponibilizar de forma oficial os alertas este ano, em abril, e vai começar a alargar a lista de locais abrangidos pelo sistema, começando por locais com maior probabilidade de atividade sísmica.

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory