Tecnologia portuguesa do INESC TEC no pódio de Prémio Europeu de Inovação

Com solução para fertilização de precisão, INESC TEC garante o terceiro lugar nos EARTO Innovation Awards e é o único instituto de I&D português entre os vencedores

INESC TEC garante o terceiro lugar nos EARTO Innovation Awards

O INESC TEC é a única entidade portuguesa entre os vencedores da edição de 2023 dos EARTO Innovation Awards.

O Instituto alcançou o terceiro lugar na categoria “Impact Expected” – uma categoria que visa distinguir soluções com elevado potencial de impacto na sociedade e transferência tecnológica para o mercado – com a MyNPK – Precision fertilization sensing technology.

A fertilização de precisão é um processo que envolve o uso de tecnologias avançadas e análise de dados, de forma a aplicar, a uma determinada cultura, a quantidade certa de nutrientes no momento certo, tendo em consideração as necessidades específicas daquela cultura

Rui Costa Martins, investigador principal do projeto no INESC TEC
earto innovation awards 2023
Publicidade

Esta abordagem visa, conforme explica o investigador, melhorar o rendimento das colheitas, reduzir o desperdício de fertilizantes e minimizar o impacto ambiental. É neste contexto que surge a MyNPK.

“Desenvolvemos uma tecnologia de fotónica inteligente inovadora, capaz de quantificar NPK, isto é, azoto, fósforo e potássio, em fertilizantes líquidos, in situ e em tempo real, usando espectroscopia UV-Vis e Inteligência Artificial” descreve Rui Costa Martins, acrescentando que se trata de um sistema concebido para aplicar em métodos como hidroponia e fertirrigação – estando também em desenvolvimento para solos e fertilizantes orgânicos, assim como medição de absorção nutricional pela planta. 

A tecnologia, já em fase de testes em hidroponia e protegida por patentes em vários países, distingue-se de soluções atualmente utilizadas, ao permitir a quantificação NPK no local de cultivo, sem recurso a reagentes – isto porque com os métodos atuais a quantificação tem de ser realizada em laboratório, com amostras composicionais complexas.

“A nossa solução usa inferência de rede química para determinar a especificação de NPK e otimizar o fluxo de nutrientes de acordo com a fisiologia e absorção da planta, maximizando a produtividade e o uso de fertilizantes. O objetivo é tornar a produção de alimentos eficiente, resiliente, e sustentável devido ao impacto reduzido sobre o ambiente e qualidade da água”, conclui o investigador. 

A cerimónia de entrega de prémios decorreu em Bruxelas, no dia 11 de outubro. Criados em 2009, os Prémios de Inovação EARTO visam distinguir membros da EARTO – uma associação europeia de organizações ligadas à ciência e à tecnologia, que o INESC TEC integra, destacando contribuições inovadoras, com elevado impacto social através de duas categorias: “Impact Delivered” e “Impact Expected”.

A Associação EARTO integra mais de 350 membros de mais de 30 países.

Participe no passatempo:
giveaway tribit stormbox micro 2

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory

Participe nos nossos giveaway de 4º aniversário

X