Huawei FreeBuds Studio: foque-se na música e esqueça o que está em redor

Depois de grandes controvérsias em torno da Huawei com todos os problemas associados às proibições impostas pelos EUA, a empresa chinesa teve de se reajustar por completo ao mercado e teve de mudar a sua estratégia de mercado assim como todo o seu sistema operativo.

No entanto, nem tudo são más notícias. Uma aposta forte que a empresa começou a fazer (ainda mais que anteriormente) foi nos seus acessórios, dos quais fazem parte os Huawei FreeBuds Studio, uns auscultadores sem fios que oferecem tudo o que podemos imaginar a um preço mais acessível que a maioria dos concorrentes.

Huawei FreeBuds Studio
Publicidade

Com um design, na nossa opinião, muito apelativo, uma boa construção e bastante discretos, os Studio oferecem imenso conforto durante a utilização, cancelamento de ruído dinâmico inteligente, uma excelente qualidade de áudio e uma autonomia surpreendente.

Mal abrimos a embalagem dos FreeBuds temos uma boa surpresa à nossa espera. Está tudo muito simples e com um toque premium, os fones estão colocados dentro da caixa de transporte que é feita de um material rígido, bastante resistente pelo toque, e com o símbolo da Huawei brilhante no centro da mesma.

Neste ponto já se percebe que o preço justifica a compra efetuada e ainda só retirámos a tampa da caixa. Ao abrirmos a caixa de transporte encontramos então os Studio bem encaixados e sem hipótese de se mexerem durante o transporte e uma pequena cavidade tapada que é onde podemos arrumar o cabo de carregamento.

Huawei FreeBuds Studio

Os cerca de 260g dos headphones tornam-nos minimamente leves e isso nota-se bem na cabeça, pois não são auscultadores que, ao serem colocados, façam grande peso na cabeça. Aliás, com as almofadas confortáveis que os acompanham, mal damos por qualquer peso na cabeça.

Utilização no dia a dia

Sendo uns auscultadores leves e confortáveis torna-se fácil para qualquer pessoa utilizar os Huawei FreeBuds Studio no dia a dia, mesmo para quem não está habituado a este tipo de fones e utiliza sempre os formatos mais pequenos in-ear.

A utilização com óculos à mistura também se mostrou confortável, mas ao fim de algumas horas já se nota algum desconforto devido à pressão na zona das hastes. De resto, sem queixas a apresentar quanto ao conforto dos auriculares.

Huawei FreeBuds Studio

Os Studio isolam, por si só e sem nenhuma tecnologia de controlo de ruído ativada, o som exterior muito bem. Dentro de casa nem existe a necessidade de ligar o ANC se estivermos a falar dos barulhos normais que se conseguem sempre ouvir, caso existe uma máquina de lavar a funcionar ou um exaustor aí já será melhor recorrer ao cancelamento de ruído para que não haja nenhuma interferência com a música.

Na rua consegue-se ouvir um pouco do que nos rodeiam e dos carros que vão passando, mas assim que carregamos no botão físico ANC os auscultadores começam a fazer a análise rápida do ambiente ao nosso redor e automaticamente estamos envoltos apenas pela nossa música.

Existem 3 modos de ANC presentes nos Studio, o Modo Ultra, o Modo Geral e o Modo Acolhedor, todos selecionados de forma automática pelo próprio gadget que, segundo indicações da marca, deteta o ambiente 200 vezes por segundo para fazer o ajuste necessário ao cancelamento de ruído, adaptando-se nos vários modos dependendo se estamos num avião, num café ou apenas num sítio com algum tipo de ar condicionado a fazer barulho.

Huawei FreeBuds Studio

De qualquer das maneiras, achamos o cancelamento de ruído muito bom, melhor até que alguns equipamentos mais caros. Já a outra alternativa, o Som Ambiente, mostrou-se bastante útil e funcional em supermercados ou cafés no momento de interagir com alguém. Basta um outro toque no botão físico ANC para alterar o modo e começarmos a ter uma perceção de tudo o que está a acontecer à nossa volta e permite-nos assim falar com alguém de forma breve e sem problemas.

Na caixa do supermercado ou no balcão do café foi possível falar com quem nos atendeu sem qualquer falha na comunicação ou sem estar a gritar enquanto a música continuava a reproduzir sem problemas, uma funcionalidade útil para não estarmos constantemente a retirar e colocar os headphones.

Se não quisermos recorrer a este método, podemos simplesmente retirar ou baixar os auscultadores que, automaticamente, eles fazem pausa à música para que não esteja a reproduzir de forma desnecessária e, assim que os voltamos a colocar eles fazem play automaticamente.

Huawei FreeBuds Studio

As chamadas são uma experiência extremamente satisfatório no que diz respeito a auscultadores sem fios. A Huawei apostou em 4 microfones externos e dois internos para dar conta das chamadas mesmo em ambientes ventosos e, temos de admitir, funcionou muito bem.

Toda a gente com quem testámos as chamadas feitas pelos FreeBuds Studios confirmaram sempre que nos estavam a ouvir sem problemas e nem mesmo grandes ventanias provocaram interferências nas chamadas.

De forma geral, os Huawei FreeBuds Studios podem se utilizados em qualquer contexto do dia a dia sem que se destaquem em demasia e sem serem criarem qualquer desconforto a quem os utiliza.

Qualidade sonora e autonomia

Os FreeBuds Studio estão bastante bem equipados para fazerem o seu trabalho principal sem problemas. O som consegue ser bastante alto (ao ponto de nunca os utilizarmos no volume máximo para evitar qualquer desconforto) e sem apresentar distorções de qualquer género, seja nos graves seja nos agudos.

Huawei FreeBuds Studio

Criam um ambiente de 360º muito bom, dando a perfeita noção de “onde” é que o áudio está a ser reproduzido e oferecem ainda um modo de baixa latência para os jogos, permitindo assim ter uma boa experiência no que diz respeito ao departamento gaming.

Em termos de autonomia não nos podemos queixar, a promessa da Huawei é de que conseguimos reproduzir áudio de forma continua por 24h se o ANC estiver desligado, autonomia esta que reduz para 8h se o mesmo estiver ligado, no entanto, durante os nossos testes estes resultados não bateram muito certos.

Não fizemos os testes de forma intensa como acreditamos que a marca o fez para apresentar estes resultados, mas numa utilização diária normal, em que por vezes temos de ligar o ANC e outras vezes passamos bem sem que o mesmo esteja ligado, conseguimos mais autonomia que a anunciada. Mesmo em situações em que estivemos cerca de 2h seguidas com o ANC ligado e a ouvir música conseguimos um gasto de bateria inferior a 20%.

Huawei FreeBuds Studio

De forma geral, com uma média de 2h seguidas por dia a ouvir música conseguimos chegar ao fim da semana com cerca de 55% de bateria nos auscultadores. Isto com uma utilização alternada dos modos de controlo de som disponíveis.

Controlos sensíveis ao toque

A interação com os Huawei FreeBuds Studio é feita com os três botões físicos (ON/Off, Bluetooth e ANC) e com os controlos sensíveis ao toque localizados no lado direito dos auscultadores.

Em alternativa aos controlos mais comuns, que se baseiam em números de toques diferentes para funções diferentes, a Huawei decidiu utilizar uma abordagem que, a nosso ver, torna-se mais intuitiva.

Huawei FreeBuds Studio Touch

Se queremos reproduzir ou colocar a música em pausa temos o controlo mais comum de sempre, um duplo toque no lado direito para realizar a ação desejada. Mas, se queremos passar para a faixa seguinte ou para a anterior já não precisamos de andar a dar toques na cabeça.

Para o efeito basta deslizar o dedo de trás para a frente para mudar para a próxima música ou de frente para trás para retroceder uma faixa. O mesmo se passa com o controlo de volume, de baixo para cima vai aumentar o som e de cima para baixo vai diminuir.

A nosso ver, estes controlos são mais intuitivos e lógicos no sentido de que não temos de estar com atenção a se damos dois toques ou três toques para trocar de faixa, basta um simples deslize de dedo.

Também podemos deixar o dedo 2s no lado direito para ativar o assistente de voz do smartphone ou para rejeitar uma chamada.

Aplicação AI Life

A configuração com a aplicação AI Life não podia ser mais simples. Na verdade, o nosso maior problema inicialmente foi mesmo instalar a aplicação no smartphone que, não se tratando de um equipamento Huawei, tivemos de recorrer ao download via browser que, inicialmente, teve alguns problemas quando ligado ao Wi-Fi da MEO.

Isto porque simplesmente não se conseguia iniciar o download da aplicação de forma alguma. Ainda tentámos instalar a loja da Huawei e realizar o download através da mesma, mas não passava dos 0%. Assim que ligámos os dados móveis e desligámos o Wi-Fi foi tudo sem problemas e até agora ainda não conseguimos perceber ao certo onde estava o problema.

Passando a fase de instalação à frente, chegou então a altura de configurar os FreeBuds Studio. O que já pensávamos que seria outra dor de cabeça tornou-se o processo mais simples de sempre. Mal ligamos os auscultadores no botão físico para o efeito surgiu quase de imediato o aviso no smartphone para emparelhar os fones.

Uns quantos “seguinte” e em menos de 1 minuto estava tudo preparado. A aplicação é muito simples e intuitiva de ser utilizada, ficando todos os equipamentos (que neste caso era o único) disponíveis numa página inicial separados dentro do seu retângulo individual. Ao escolhermos o produto é então aberta a página de configurações.

Nesta página podemos escolher o tipo de controlo de ruído (Cancelamento de ruído, Desativado, Som Ambiente), verificar em detalhe todos os gestos disponíveis nos auscultadores para controlar a reprodução de música e as definições do equipamento que passam por escolher se queremos que eles realizem uma melhoria do áudio de forma automática e quando se devem desligar sozinhos.

Nesta página ainda temos as opções para escolher o tipo de equalizador que queremos utilizar (Predefinido, Aumentar Graves ou Aumentar Agudos) e verificar se existem atualizações de software disponíveis.

A aplicação foi utilizada apenas no início para verificar e configurar tudo corretamente, daqui para a frente nem nunca mais lhe mexemos, foi tudo feito sempre diretamente nos Huawei FreeBuds Studio.

Veredito final

Num resumo rápido de toda a experiência com os Huawei FreeBuds Studio, temos de admitir que ficámos surpreendidos pela positiva. Alguns equipamentos do mesmo género e mais caros não conseguem oferecer tanta versatilidade e um resultado tão equilibrado em todos os pontos.

Huawei FreeBuds Studio

De forma geral achamos que os Studio são auscultadores bastante confortáveis de serem utilizados em qualquer ambiente, sendo que não deixam de criar alguma pressão mais incomodativa em quem utiliza óculos, sendo que este ponto não pode ser atribuído como algo negativo nos FreeBuds.

O que pode ser algo incomodativo é que, tratando-se de uns auscultadores que por si só isolam bem os barulhos envolventes, também fazem algum calor ao fim de algum tempo de uso, o que no verão pode ser um pouco mais incomodativo para algumas pessoas.

Huawei FreeBuds Studio

Em termos de autonomia superou os testes e apresentou resultados dentro do que a Huawei anunciou (numa utilização normal até pode ter conseguido superar os valores anunciados). Em chamadas não temos nada que possamos apontar de negativo pois o feedback recebido foi sempre positivo.

A aplicação só deu dores de cabeça para ser instalada pois a versão disponibilizada na Play Store não se encontra atualizada e ainda não mostrava os Huawei FreeBuds Studio na lista de equipamentos, levando-nos a ter de recorrer à loja da Huawei que teve alguns problemas com a nossa ligação Wi-Fi. De resto, o emparelhamento foi simples e rápido assim como a configuração inicial.

Huawei FreeBuds Studio

Os Huawei FreeBuds Studio podem ser adquiridos com um PVP de 349.99€, mas encontram-se diversas vezes em promoção, tornando-se ainda mais apelativos ao consumidor.

Agradecemos à Huawei por nos ter disponibilizado os Huawei FreeBuds Studio para serem testados.

Huawei FreeBuds Studio

349.99€
9.5

Design

9.5/10

Qualidade de construção

9.0/10

Qualidade de som

9.5/10

Conetividade

10.0/10

Pros

  • Conectividade com a app quase instantânea
  • ANC muito eficaz e inteligente
  • Controlos sensíveis ao toque intuitivos
  • Autonomia

Contras

  • Fazem algum calor se utilizados por longos períodos
  • Aplicação da Play Store desatualizada obrigando a fazer o download via browser
  • Preço quando não está em promoção

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Publicidade