Reclamações dirigidas à Amazon disparam devido ao evento Prime Day

Dia 10 e 11 de Outubro de 2023 a Amazon decidiu organizar mais um evento Prime Day, onde os descontos atraíram muitos consumidores que tentaram encontrar os melhores negócios no mercado online.

Apesar do sucesso que os Prime Day costumam ser, foram também responsáveis por 32% das reclamações registadas no Portal da Queixa, este mês, contra o marketplace internacional.

Festa de Ofertas Amazon Prime
Publicidade

Amazon recebeu quase 200 reclamações desde o início do ano

O evento Prime Day da Amazon, que decorreu entre os dias 10 e 11 de outubro, motivou 32% das reclamações registadas no Portal da Queixa, este mês, contra o marketplace internacional. Desde o início do ano, a plataforma recebeu quase 200 ocorrências dirigidas à Amazon, um crescimento de 49,6% em relação ao mesmo período do ano anterior.

No período entre 1 de janeiro e 11 de outubro, o Portal da Queixa recebeu um total de 190 reclamações contra a Amazon Portugal. Um número que apresenta um aumento de 49,6% em relação ao período homólogo de 2022, onde se contabilizaram 127 queixas.

portal da queixa site

Os consumidores portugueses dirigiram 37 reclamações ao marketplace, sendo que 32% destas queixas estão relacionadas com a iniciativa promocional. A análise revela que o número de queixas registadas nos dois dias do evento (10 e 11 de outubro), supera a média do mês.

“É possível que, na próxima semana, haja um aumento das queixas na plataforma relacionadas com o evento Prime Day da Amazon, visto que poderão surgir problemas com as entregas dos produtos adquiridos nos dois dias de promoções.”, salienta fonte do Portal da Queixa.

O primeiro Prime Day deste ano, decorreu nos dias 11 e 12 de julho, tendo sido registadas 208 queixas contra a Amazon durante esse mês, observando-se um crescimento de 184.9% do número de reclamações, em relação ao mês anterior (junho), com 73 reclamações. As ocorrências reportadas, em julho, sobre a Amazon tiveram como principais causas: problemas com a entrega da encomenda, reembolso não recebido e dificuldades com a devolução.

amazon prime day

A análise do Portal da Queixa aferiu ainda que, entre as entidades logísticas mais reclamadas devido a problemas com as entregas da Amazon, está a Paak, a absorver 44.2% das queixas; segue-se o CTT Expresso, a recolher 19.5% das reclamações e, em terceiro lugar, os Correos Express Portugal, a acolher 15.1%. No geral, o principal motivo de reclamação dos consumidores refere-se à entrega não realizada/atrasada, a gerar cerca de 70% das queixas deste ano na categoria ‘Correios, Transportes e Logística’.

Relativamente à resposta da Amazon face às reclamações que lhe são dirigidas, os indicadores de performance mostram-se muito baixos. O Índice de Satisfação da Amazon está atualmente em 22.5 (em 100), avaliado pelos consumidores como “Fraco”. A Taxa de Resposta é de 18.7% e a Taxa de Solução de 18.8%. Na sua categoria – marketplaces internacionais -, a Amazon ocupa o terceiro lugar das marcas mais reclamadas, sendo superada pela Shein e pelo AliExpress.

Participe no passatempo:
nordvpn promocao

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory