fbpx

Huawei prepara desktop ARM com componentes 100% chineses

A Huawei tem enfrentado uns tempos bem duros na sua atividade. Embora tenha conseguido recentemente conquistar o primeiro lugar no mercado dos smartphones, muito devido ao bom desempenho no mercado chinês, a impossibilidade de negociar com empresas americanas tem prejudicado em vários setores.

De forma a procurar alternativas aos produtos americanos, a Huawei tem ampliado a sua gama de fornecedores e procurado lançar as suas próprias alternativas às soluções americanas.

Isto é algo que temos visto, por exemplo, no mercado dos smartphones com o lançamento do seu próprio ecossistema de aplicações e é também possível observar num novo desktop que a marca chinesa está a preparar com componentes 100% chineses.

huawei desktop soc arm kunpeng 920
Publicidade

Este é o desktop Huawei com componentes 100% chineses

Este novo desktop da Huawei é totalmente livre de restrições económicas visto que só utiliza componentes chineses. O processador é um processador proprietário Kunpeng 920 com construção em 7nm, arquitetura ARM e 8 cores a 2.6 GHz que é acompanhado por 16 GB de RAM Kingston DDR4-2666, 256 GB SSD e uma placa gráfica Yeston RX550.

A Motherboard utilizada é uma Huawei D920S10 que inclui 6 SATA III ports, duas M.2 slots, duas USB 2.0 and USB 3.0, Gigabit Ethernet e HDMI.

Ao nível do sistema operativo, utiliza uma versão proprietária de 64 bits, baseada em Linux.

Segundo um vídeo de uma YouTuber chinesa, este equipamento custa cerca de 1000 euros, mas terá ainda de ser encarado como um protótipo, pois apresenta várias limitações. Além de não suportar aplicações de 32 bits, apresenta também dificuldades em reproduzir conteúdo 4K.

Este é o primeiro passo da marca chinesa para desenvolver equipamentos com tecnologia não americana, algo que devemos começar a ver com maior frequência no futuro da marca chinesa.

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Publicidade