fbpx

TikTok irá contestar em tribunal o decreto assinado por Trump para banir rede social

Nos últimos tempos temos assistido a uma grande guerra entre o TikTok e o governo americano.

Classificada como risco de segurança, Trump deu à ByteDance, proprietária da rede social, 45 dias para que vendessem a sua operação em solo americano a uma empresa local, sob pena da sua aplicação ser banida no país.

Depois de várias empresas surgirem na guerra para adquirir o TikTok, a empresa chinesa revela que vai defender a sua posição em tribunal contra o governo americano.

tiktok techbit
Publicidade

TikTok avança para tribunal para contestar decisão do governo americano

Segundo informações contidas num email da marca chinesa, a ByteDance irá tentar defender-se em tribunal contra a acusação de ameaça à segurança nacional do governo americano.

Neste texto, a dona do TikTok refere que de forma a garantir que a empresa e os seus utilizadores são tratados de forma justa, irá desafiar a ordem executiva de Trump por via judicial.

tiktok microsoft

A marca refere ainda que nos últimos meses tem desenhado um plano para reduzir as preocupações do governo americano, mas que só tem encontrado barreiras administrativas que procuram levar a ByteDance a vender a operação da sua rede social a empresas privadas americanas.

Com Microsoft, Twitter e Oracle publicamente interessadas neste negócio, a ByteDance não pretende dar-se já por vencida e irá tentar anular a decisão de Trump através dos tribunais.

Siga o Techbit no Facebook

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Publicidade