Xiaomi coloca Governo Americano em tribunal na tentativa de reverter restrições

Numa das últimas decisões do Governo de Trump, a Xiaomi foi considerada uma empresa afeta ao governo militar chinês, sendo colocada numa lista negra de investimento.

Com esta decisão, foram impostas restrições à marca chinesa que impedem o investimento de empresas americanas no grupo Xiaomi.

De forma a tentar reverter esta decisão, foi agora levantado um processo em tribunal contra o governo americano de forma a impugnar esta decisão.

xiaomi mi mix 4 frente
Publicidade

Xiaomi tenta bloquear restrições pela via judicial

A Xiaomi foi colocada recentemente na lista negra de investimento pelo Governo Americano, uma restrição que proíbe as marcas americanas de investir na empresa chinesa e que poderá obrigar também ao desinvestimento nas participações atuais.

De forma a tentar reverter esta decisão, a Xiaomi Corp. moveu uma ação, no tribunal da Columbia, contra os departamentos do tesouro e defesa do Governo Americano. Este processo alega que estas restrições são inconstitucionais e definiu como réus o secretário de Defesa Lloyd Austin e a secretária do Tesouro Janet Yellen.

xiaomi mi 11

A marca chinesa tenta assim sair pela via judicial de uma lista onde estão também a Huawei, a DJI e a  Semiconductor Manufacturing International Co.

Com Biden a subir ao poder, existe agora uma esperança para as empresas chinesas de verem estas medidas retiradas ou aliviadas, embora tudo dependa de uma análise detalhada do novo governo.

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Publicidade