Análise ROG Flow Z13 – Mobilidade e potência num tablet 2 em 1

Quando pensamos em equipamentos dedicados a gaming, a memória vai sempre buscar as torres desktop.

No entanto, para quem procura mobilidade, temos assistido a um grande crescimento dos portáteis gaming, como é o caso do já analisado ROG Flow X16, e que oferecem alto desempenho em qualquer lugar.

Não ficando satisfeita, a ASUS foi mais além e decidiu lançar, sobre o mote “For those who dare” (em tradução livre “Para aqueles que se atrevem”) um tablet 2 em 1 gaming, ao estilo do Surface, que oferece todos os principais argumentos num equipamento pequeno e facilmente transportável.

Nas últimas semanas tivemos a oportunidade de testar o ROG Flow Z13 e partilhamos agora a nossa review e opinião deste equipamento.

asus rog flow z13 analise review
Publicidade

ROG Flow Z13 – Um tablet repleto de argumentos para correr qualquer jogo

A ASUS apostou num conceito fora do normal no mercado gaming para dar aos jogadores uma opção para quem pretende uma alta mobilidade sem perder potência.

Inspirado no estilo Surface, o ROG Flow Z13 é um tablet 2 em 1 com corpo em metal e elementos decorativos gaming.

Conta com 1.18 Kg e um corpo com 30.2 x 20.4 x 1.20 cm.

O ecrã de 13.4″ oferece uma resolução UHD, taxa de atualização de 60 Hz, tempo de resposta de 30ms, Adaptive-Sync, Validação Pantone, Dolby Vision HDR e até 500 nits de brilho.

asus rog flow z13 analise review

No coração deste equipamento está o processador Intel Core i9-12900H de 12ª geração com 14 cores (6 P-cores e 8 E-cores) com clock a 2.5 GHz (24M Cache e pico de 5 GHz).

A acompanhar está uma placa gráfica Nvidia GeForce RTX 3050 Ti 4 GB GDDR6 com boost da ROG a 1085 MHz a 40W.

Ao nível da RAM, inclui 16 GB de RAM LPDDR5 (2 x 8GB) e armazenamento de 1 TB PCIe® 4.0 NVMe™ M.2 SSD.

asus rog flow z13 analise review

A bateria é de 56 WHrs de 4 células Li-ion com carregamento rápido por USB-C a 100W.

Nas laterais do ROG Flow Z13 podemos encontrar 1 porta USB 2.0 tipo A, 2 portas USB 3.2 Gen 2 Tipo-C (1 com suporte para DisplayPort / power delivery / G-SYNC), 1 Thunderbolt 4 com suporte a DisplayPort, 1 ROG XG Mobile Interface, 1 audio jack 3,5mm, 1 leitor de cartões microSD e botão e ligar/desligar com sensor de impressões digitais.

Traz uma câmara de 8 MP, 2 colunas com Dolby Atmos e 3 microfones com cancelamento de ruído.

asus rog flow z13 analise review

Em conectividade, conta com Wi-Fi 6E (802.11ax) (Dual band) 2*2 e Bluetooth 5.2.

Para tornar este tablet num computador, conta com um teclado com encaixe magnético que serve também de proteção do ecrã.

Na caixa

  • ASUS ROG Flow Z13
  • Capa teclado
  • Caneta ASUS
  • Carregador
  • Bolsa de transporte
  • Manuais
asus rog flow z13 analise review

Um tablet elegante e pensado ao detalhe

Com o ROG Flow Z13, a ASUS arrojou na sua aposta em equipamentos gaming com o lançamento de um tablet preparado para enfrentar os jogos e tarefas mais exigentes.

asus rog flow z13 analise review

Com um conceito idêntico ao Surface, este equipamento apresenta um visual inspirado no retro futurismo do Space Race.

asus rog flow z13 analise review

O corpo é construído em alumínio, onde foram marcados vários motivos decorativos através de CNC e revestimento anodizado, incluindo uma janela iluminada de leds que permite ver a placa principal do computador.

asus rog flow z13 analise review

Foi ainda utilizada uma camada repelente de marcas de impressões digitais que, além de reduzir as marcas, torna a limpeza muito mais simples.

Na parte da frente encontramos um ecrã de 13,4″ com moldura reduzida, e uma câmara frontal de 8 MP.

asus rog flow z13 analise review

Atrás, encontramos um suporte que abre a partir do corpo do ROG Flow Z13, podendo ser usada uma pequena pega vermelha para auxiliar na abertura. Este suporte pode ser ajustado a 170º permitindo ajustar o ângulo do tablet.

asus rog flow z13 analise review

Por baixo deste suporte está posicionado de forma oculta o leitor de cartões microSD.

asus rog flow z13 analise review

Na lateral esquerda, encontramos o botão de ligar/desligar com sensor de impressões digitais, as teclas de volume, uma porta USB 2.0 Tipo-A e o jack 3,5mm.

asus rog flow z13 analise review

Na parte direita, está localizado uma porta USB 3.2 Tipo-C e a porta XG Mobile Interface.

asus rog flow z13 analise review

Na base, encontramos um conector magnético que permite conectar a capa teclado.

Quando acoplado o teclado, ficamos com uma configuração de computador, sendo possível expandir as capacidades de produtividade.

asus rog flow z13 analise review 19 ROG Flow Z13

Embora este teclado não seja o melhor para quem pretende jogar, apresenta umas teclas retro iluminadas que, embora não sejam as mais confortáveis, permitem escrever sem problemas.

asus rog flow z13 analise review

Experiência de utilização do ROG Flow Z13

Quando pensamos em equipamentos dedicados a jogos, certamente um tablet não é o que nos vem à cabeça.

No entanto, este formato mostrou-se bastante útil. Embora um pouco pesado e difícil de segurar durante um longo período de tempo contínuo, a verdade é que é fácil de transportar e de utilizar.

asus rog flow z13 analise review

Onde quer que precise de trabalhar ou jogar, basta abrir o suporte, ajustar no ângulo correto e está pronto a funcionar.

O teclado magnético é também um bom bónus, uma vez que permite servir como capa, protetor do ecrã e é mais que suficiente para trabalhos de produtividade ou alguns jogos mais simples.

asus rog flow z13 analise review

Como ponto negativo, aponto o facto de ser necessário ter um grande cuidado na forma como se pega no ASUS ROG Flow Z13. Caso tenha a tendência de pegar apenas pelo teclado, irá correr o risco do tablet se desprender e cair no chão.

No entanto, aliado a uma grande mobilidade encontramos um equipamento que não se deixa limitar pelo seu tamanho ou formato no momento de oferecer um desempenho de topo.

asus rog flow z13 analise review

Desempenho e benchmark

Com um processador i9-128900H, 16 GB de RAM e uma placa gráfica Nvidia GeForce RTX 3050 Ti de 4 GB, o ROG Flow Z13 oferece todos os argumentos para correr os principais títulos.

Durante a nossa utilização, este equipamento aguentou de forma fluída todos os desafios que lhe colocámos, desde os simples processos de produtividade, navegação na internet e streaming, até a processos mais exigentes como Adobe Photoshop, Premiere e alguns jogos.

Ao nível do benchmark, registámos os seguintes valores:

No geral, estes valores situaram-se consideravelmente abaixo do ROG Flow X16, mas não nos podemos esquecer que estamos a falar de um tablet mais compacto com os componentes todos aglomerados.

Para atingir um melhor desempenho, pode ser utilizada a porta ROG XG Mobile para conectar a gráfica externa Radeon RX 6850M X.

asus rog flow z13 analise review

Refrigeração

Quando inserimos componentes tão potentes num espaço tão pequeno, é importante ter alguns cuidados com a refrigeração.

Para isso, a ASUS apostou numa câmara de vapor que aumenta a dissipação em mais de 50%, aliado a duas grandes ventoinhas e a metal líquido no CPU.

Embora se note sempre algum aquecimento no chassis do ROG Flow Z13, a verdade é que este tablet apresenta uma boa dissipação de calor. Na maior parte dos casos as ventoinhas são silenciosas, embora por vezes se tornem bem audíveis quando necessitam de eliminar uma maior quantidade de calor.

asus rog flow z13 analise review

Caneta ASUS PEN SA201H

A acompanhar o ROG Flow Z13 vem uma caneta ASUS Pen SA201H com 4096 pontos de pressão, capaz de reconhecer pressão entre 14 e 450 gramas e com baixa latência.

Apresenta dois botões, um para apagar e outro para selecionar, e deve ser utilizada num ângulo de 45º.

analise rog flow X16

Pesa 20 gramas, é alimentada por 1 pilha AAA e promete 1 ano de autonomia baseado em 2 horas de utilização por dia.

Ao nível da utilização corresponde ao prometido. Embora não seja uma caneta profissional, reconhece diferentes tipos de pressão e tem uma precisão suficiente para tirar notas, fazer alguns desenhos ou editar algumas fotos.

asus rog flow z13 analise review

Autonomia

Este é possivelmente o ponto mais negativo deste equipamento.

A bateria de 56 WHrs faz um bom trabalho tendo em conta o pouco espaço disponível, mas apenas alimenta o ROG Flow Z13 por cerca de 4/5 horas se não estivermos a executar processos muito pesados, o que faz baixar a bateria para metade ou menos.

Ao nível de carregamento, pode ser realizado por USB-C e permite recuperar a bom ritmo a bateria.

asus rog flow z13 analise review

Em resumo…

O ROG Flow Z13 é uma aposta corajosa no mundo dos equipamentos gaming.

Num formato pouco habitual neste segmento, alia uma forte portabilidade a um alto desempenho, permitindo jogar ou executar tarefas exigentes em qualquer lugar.

asus rog flow z13 analise review

Embora algo pesado, este tablet apresenta um design fino (tendo em conta os componentes internos) e elementos decorativos elegantes onde se destaca a janela para a placa principal iluminada com LED RGB.

É acompanhado por uma capa teclado que permite uma boa escrita em trabalhos de produtividade, embora um desempenho algo inferior para quem pretende utilizar este acessório para jogar.

asus rog flow z13 analise review

A autonomia é o principal ponto fraco, uma vez que a bateria acaba por ser pequena para os potentes componentes que inclui.

O ROG Flow Z13 pode ser adquirido por 1966€.

O Techbit agradece à ASUS a cedência do ROG Flow Z13 para análise.

ROF Flow Z13

1966€
8.8

Qualidade de construção

9.5/10

Performance

8.5/10

Autonomia

8.0/10

Design

9.0/10

Som

9.0/10

Pros

  • Formato tablet Surface

Contras

  • Autonomia
nordvpn black friday campanha

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory