fbpx

Chrome poderá passar a consumir menos RAM com nova funcionalidade do Windows

O Chrome é, de forma destacada, o navegador mais utilizado pelos utilizadores tanto nos desktops como nos dispositivos móveis. No entanto, como qualquer utilizador do Chrome sabe, esta é também uma aplicação que pode ocupar uma grande quantidade de memória RAM do equipamento.

No entanto, poderemos ver uma melhoria muito em breve nesta aplicação, caso a Google decida integrar uma nova funcionalidade do Windows 10 que a Microsoft já aplicou no seu novo Edge.

Chrome poderá reduzir consumo de RAM com nova funcionalidade SegmentHeap do Windows 10

Em 2018, a Microsoft anunciou que iria redesenhar o seu navegador Edge e que iria começar a utilizar o projeto Chromium como base. Um ano depois, a marca americana lançou a versão final deste navegador, tendo sido disponibilizado para todos os utilizadores do Windows 10 na última grande atualização de maio.

Nesta atualização, foi também disponibilizada uma nova funcionalidade, o SegmentHeap, que está já a ser utilizada no Microsoft Edge e que, segundo a gigante americana, permitiu uma poupança de 27% na ocupação da memória.

microsoft edge chromium
Publicidade

Estando esta funcionalidade disponível para qualquer aplicação, tudo aponta que a Google poderá começar a integrá-la no Chrome de forma a retirar algum peso na aplicação. Alguns testes iniciais com versões alteradas do navegador mostraram já que é possível poupar pelo menos alguns megabytes.

Sendo o Google Chrome um dos navegadores mais pesados, e com a recém-ameaça do novo Edge que está a crescer a um bom ritmo, esta é uma boa oportunidade para a Google melhorar o seu navegador de forma a que se torne mais leve e prático para os utilizadores.

Partilhe este artigo

1 comentário em “Chrome poderá passar a consumir menos RAM com nova funcionalidade do Windows”

Deixe um comentário

Publicidade