Lenovo e Leibniz Supercomputing Center constroem o primeiro protótipo europeu de sistema HPC

O primeiro protótipo europeu de sistema HPC está já em desenvolvimento, unindo a Lenovo e a Leibniz Supercomputing Center neste desenvolvimento.

Leibniz Supercomputing Center e Lenovo desenvolvem primeiro sistema HPC da Europa

A Lenovo anunciou hoje uma parceria com o Leibniz Supercomputing Centre (LRZ) para construir o primeiro protótipo de computador de alto desempenho (HPC) da Europa.

A empresa chinesa será uma das duas empresas selecionadas para fornecer um, ou mais, protótipos para o sistema exascale, no LRZ, até 2025.

Estes protótipos devem ser otimizados, tendo em conta as necessidades do LRZ, na área de ciência e da investigação. O supercomputador será o primeiro sistema HPC europeu a ser construído no âmbito de uma parceria de inovação, sendo este procedimento de aquisição possível, na Alemanha, desde 2016.

lenovo fabrica montagem
Publicidade

O projeto tem sido financiado pelo Federal Ministry of Education and Research (BMBF) e pelo Estado da Baviera, que contribuíram com 125 milhões de euros, em partes iguais, integrados no financiamento federal e estadual.

As três entidades, High Performance Computing Centre in Stuttgart (HLRS), Juelich Supercomputing Center (JSC), e o Leibniz Supercomputing Center, formam o Gauss Center for Supercomputing (GCS) e serão desenvolvidos enquanto centros exascale nos próximos anos.

Para a Lenovo, o Leibniz Supercomputing Center tem sido um excelente parceiro. O nosso trabalho conjunto no desenvolvimento do supercomputador exascale oferece-nos uma grande oportunidade de impulsionar soluções que facilitarão o trabalho dos investigadores e que permitirão acelerar os seus projetos, fornecendo, simultaneamente, a melhor eficiência energética possível.

Kirk Skaugen, Executive Vice President da Lenovo e Presidente do ISG

Protótipos para o supercomputador

No âmbito desta parceria de inovação, a tecnologia será desenvolvida através da construção de vários protótipos, e através dos respetivos testes desses protótipos, quer ao nível do funcionamento, quer ao nível da sua aplicabilidade nas diversas áreas de pesquisa.

Os modelos serão projetados de forma a mostrar claramente como levarão a um sistema exascale perfeitamente equilibrado (codename ExaMUC) em termos de poder de computação, desempenho de comunicação, topologia e E/S.

Os sistemas, e os seus respetivos componentes de software, têm vindo a ser desenvolvidos em estreita colaboração com o LRZ. Por meio dessa colaboração, o Leibniz Supercomputing Center tem a oportunidade de avaliar as tecnologias mais recentes numa fase inicial e testar até que ponto as aplicações e os algoritmos científicos existentes funcionam nelas.

As condições gerais da parceria são rigorosamente regulamentadas, de modo a que nenhum dado técnico possa ser publicado durante o concurso. A decisão sobre quem receberá o contrato para o novo supercomputador exascale está prevista para o final de 2023.

Sustentabilidade e investigação

Se a Lenovo for bem-sucedida, o sistema Exascale será entregue na sua primeira fábrica interna europeia em Üllö, perto de Budapeste, Hungria, inaugurada oficialmente em junho de 2022, onde são desenvolvidas infraestruturas de servidores, sistemas de armazenamento e workstations de última geração, para o mercado europeu.

Desde 2011, que a Lenovo e Leibniz Supercomputing Center já mostram ser uma parceria de sucesso, com a criação de um sistema de refrigeração a água quente, baseado em Neptune liquid, no concurso SuperMUC.

O novo supercomputador exascale, com o seu conceito de refrigeração e de operação, também pretende destacar o papel pioneiro do LRZ no apoio à pesquisa sustentável e energeticamente eficiente.

Participe no passatempo:
nordvpn promocao

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory