Worten aposta na redução do consumo energético das lojas através da inteligência artificial

Atualmente, as empresas começam a olhar cada vez mais para a parte ambiental, tanto na sua estratégia de evolução como numa ótica de redução de custos.

De forma a reduzir o consumo energético das suas lojas, a Worten aderiu ao SATO, um projeto de inovação da União Europeia que permite usar a inteligência artificial para baixar os consumos energéticos.

worten
Publicidade

Worten adere ao SATO para reduzir o consumo energético das suas lojas

A Worten anunciou hoje que aderiu ao SATO – Self Assessment Towards Optimization of Building Energy, um projeto europeu que promove a otimização energética dos edifícios.

Este projeto irá realizar, através de um sistema de Inteligência Artificial (IA), análises autónomas de avaliação e otimização dos equipamentos existentes nos edifícios ou em lojas, com o objetivo de melhorar a performance energética.

worten

Através desta parceria, a Worten consegue, assim, reforçar os seus compromissos na área da sustentabilidade, nomeadamente no que diz respeito à redução da pegada carbónica e inerente redução do consumo de eletricidade.

A Worten está altamente empenhada nos seus compromissos de sustentabilidade relacionados com a poupança nos gastos energéticos, que contribui diretamente para a diminuição da pegada ambiental da empresa. Além disso, este projeto irá criar as ferramentas necessárias e ideais para permitir à comunidade ser mais sustentável; estamos a falar concretamente de conseguirmos, por exemplo, antecipar avarias, o desgaste e alguns problemas mais complexos dos equipamentos elétricos e eletrónicos que compõem a nossa oferta para o consumidor final.

 António Fuzeta da Ponte, Diretor de Marca e Comunicação da Worten

No caso dos Edifícios, a Worten irá implementar nas suas lojas um software de Inteligência Artificial para realizar análises autónomas de avaliação e otimização dos equipamentos mecânicos e elétricos (iluminação, Avac, IT Hardware, móveis eletrificados).

O objetivo será diminuir os consumos energéticos e otimizar as operações de manutenção preventiva e corretiva, numa ótica de aumento da sustentabilidade da presença física, diminuição de custos e otimização das intervenções.

worten

No eixo dos Equipamentos, e com uma abordagem focada, sobretudo, no consumidor, o projeto oferece uma solução de IA que permite registar, monitorizar e antever o funcionamento dos aparelhos eletrónicos e eletrodomésticos existentes nas casas dos clientes.

De forma a antecipar as necessidades do consumidor, podem ser ativados serviços de pós-venda direcionados (seguros, campanhas de substituição de equipamentos, de reparação, auxílio à poupança da fatura elétrica, eficiência e certificação energética, etc.).

O projeto SATO arrancou no dia 1 de outubro de 2020 e deverá terminar a 30 de setembro de 2023. Com um investimento global de sete milhões de euros, o projeto conta com um total de 20 parceiros de sete países europeus.

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory