Vale a pena pagar por uma VPN?

Em pleno 2023, com soluções de cibersegurança diversificadas e para todos os tipos de utilizador, será que vale a pena pagar por um serviço de VPN existindo alternativas gratuitas e já possuindo uma camada de segurança nos equipamentos?

Como se costuma dizer, “mais vale prevenir que remediar”, mas não é só uma questão de prevenção. Cada serviço tem o seu propósito de existir e, apesar das alternativas gratuitas serem boas opções, por vezes pagar por uma VPN traz benefícios extra a um preço muito reduzido.

surfshark vpn
Publicidade

O que é uma VPN?

Aqui no TechBit já fizemos vários artigos sobre este tópico das ligações privadas à rede, no entanto, nem toda a gente está a par dos conceitos e podem não saber o que é um VPN.

Para aprofundar mais os conhecimentos, poderá aceder ao nosso artigo “O que é e para que serve uma VPN?” onde explicamos detalhadamente tudo o que precisa de saber para tomar uma decisão mais consciente sobre este tipo de serviços pagos e gratuitos.

No entanto, de forma reduzida, VPN significa “virtual private network” (rede privada virtual) e é um serviço que protege a sua ligação à Internet e privacidade online.

Ameaças aumentam a cada dia que passa

A Internet tornou-se algo indispensável no dia a dia de praticamente todas as pessoas. Sejam empresas, sejam pessoas individuais, todos estão ligados de alguma forma à rede e, nem sempre, da forma mais protegida.

Segundo vários estudos, as empresas estão cada vez mais debaixo dos olhos dos cibercriminosos, independentemente do tamanho e da área em que atuam, não existindo nenhuma exceção à regra na questão de poderem ser alvos de ataque.

Já os utilizadores estão também a sofrer com esta questão da abrangência dos ciberataques, pois de forma geral, os ataques por ransomware e phishing estão cada vez mais massificados e os hackers aproveitam todas as oportunidades que tenham para difundir os ataques.

Mesmo os anúncios direcionados, uma questão que todos acreditam ser algo benéfico para vermos anúncios que nos interessam, podem levar a situações de perigo uma vez que esta informação pode ser utilizada para rastrear o utilizador.

Desde os saldos, às férias, às épocas festivas, entre todos os outros eventos que ocorrem durante o ano, os utilizadores nunca estão, de facto, a salvo de serem alvo de um ciberataque.

Mas poderá uma VPN ajudar nestas situações? A resposta é sim. Só pelo facto de os dados do utilizador não serem partilhados com o recetor final já é uma medida de segurança elevada para se manter mais resguardado. Isto porque uma VPN garante a encriptação dos dados que são enviados para os seus servidores antes de submeter o pedido ao site de destino.

image 49 VPN

Apesar dos serviços gratuitos oferecerem esta funcionalidade, lembre-se que está a partilhar os seus dados com estas empresas, sendo sempre mais seguro faze-lo com uma empresa mais reconhecida e que garantidamente cumpre com todos os requisitos exigidos.

Eu não visito sites duvidosos, devo-me preocupar?

Hoje em dia nunca sabemos quando estamos, de facto, a visitar um site duvidoso ou não. Apesar de alguns indicadores poderem ajudar a identificar este tipo de sites, os hackers estão a ficar cada vez melhores neste tipo de falsificações.

Além disso, muitas vezes até os visitamos por mero engano, por carregar de forma acidental numa publicidade indesejada ou por descarregarmos um ficheiro que acreditamos ser de confiança.

surfshark vpn

Nestas situações ter uma VPN mais completa, como é o caso da Surfshark, poderá ser uma mais valia. Primeiro porque a VPN detém ISPs bisbilhoteiros e rastreadores de terceiros em todos os seus dispositivos, além de ocultarem o IP do utilizador para que não possa ser identificado de forma alguma.

A acrescentar às funcionalidades da Surfshark, poderá ainda ativar o bloqueador de anúncios de forma a que nenhuma publicidade alheia seja mostrada e, assim, evita a tentação criada pelas marcas ou mesmo os pop-ups indesejados que por vezes são a porta de entrada dos cibercriminosos.

Tenho um antivírus instalado, não é suficiente?

Depende.

Existem diversos antivírus nos mercado e, tal como as VPN, alguns são gratuitos e outros são pagos, oferecendo diferentes níveis de proteção.

Norton Avast anti virus pc

Por norma, poucos gratuitos oferecem proteção em tempo real da navegação online dos utilizadores e, uma coisa é proteger o equipamento de ataques informáticos e outra é evitar o rastreamento e criar uma ligação segura à rede, que é o trabalho da VPN.

Desta forma, os dois programas podem trabalhar em conjunto, mas um não substitui a utilização do outro.

Um gasto extra que pode justificar

Claro que quando falamos de uma VPN paga, como é o caso da Surfshark, implica valores extra ao fim do mês para pagar o serviço.

Por norma, este é o fator que deixa muitas pessoas de pé atrás, no entanto tenha em atenção que com a atual concorrência deste tipo de serviços, todas as empresas oferecem descontos bastante apelativos para que os utilizadores não fiquem com um gasto notável todos os meses.

surfshark vpn

Por norma, as VPN pagas encontram-se com planos que rondam os 2,50€ aos 3€ nos casos das empresas mais conhecidas. Este é de facto um valor simbólico que traz muitas vantagens à segurança informática dos utilizadores.

Estes serviços, por norma, permitem ainda utilizar a mesma subscrição para um número infinito de equipamentos, pelo que com uma única mensalidade inferior a 3€ poderá navegar em segurança em qualquer smartphone, tablet ou computador.

surfshark vpn

Além disso, a utilização da VPN permite ainda alterar a localização onde a ligação é feita, podendo utilizar a localização de outros países para aceder a conteúdos exclusivos nos serviços de streaming como a Netflix.

nordvpn black friday campanha

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory