fbpx

E se o iPhone passasse a correr MacOS quando ligado a um monitor?

Há alguns anos que começamos a ter nos nossos bolsos um autêntico computador que nos acompanha para todo o lado e em todas as situações.

Com a evolução dos processadores para dispositivos móveis, estes são hoje capazes de um desempenho cada vez maior que começa a ameaçar os processadores que geralmente equipam os computadores.

Aos poucos as marcas começam a olhar para esta nova realidade e começam a desenvolver novas soluções com base nesta premissa.

Há alguns anos a Samsung apresentou a DeX, que permitia adaptar o sistema do smartphone a um ambiente desktop quando ligado a um monitor e, desde essa novidade, que várias outras marcas têm desenvolvido as soluções.

Agora, a Apple deu um novo passo, apresentando o seu novo processador ARM que irá equipar em breve os seus computadores, em substituição da Intel, o que poderá abrir portas a novas integrações com o iPhone.

Apple poderá lançar a sua solução tipo DeX utilizando MacOS no iPhone

Há já vários anos que se fala que a Apple poderia juntar o iOS e o MacOS, sendo até apontado o projeto Catalyst como um avanço nesta teoria.

Embora estes rumores tenham sido sempre rejeitados pela marca americana, surge agora um novo rumor através do Apple Insider que aponta que a Apple poderá estar mesmo a trabalhar num protótipo de MacOS a correr no iPhone.

Publicidade

Embora se desconheça o seu modo de funcionamento, apontam-se duas hipóteses. Ou a Apple assume um dual boot, o que será menos provável, ou passa a integrar este novo sistema num modo similar à DeX, onde é ativado quando o utilizador conecta o seu iPhone a um ecrã externo.

Citado pela Apple Insider, Mauri QHD, autor do tweet acima, afirma que este sistema está pronto e que tem 95% certeza que a Apple o irá lançar, estando apenas à aguardar o desfecho de outros projetos para tomar a decisão final.

Com o MacOS a ser adaptado para ARM, começa agora a crescer a expectativa de que este sistema possa ser realidade e que futuramente o nosso smartphone passe a ser o centro de todo o processamento, sendo apenas necessário conectá-lo a acessórios ou dispositivos periféricos para ampliar a produtividade.

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Publicidade