Análise Xiaomi 12 – Pequeno, elegante e poderoso

Faz tempo que a Xiaomi deixou de ser uma simples marca de equipamentos acessíveis e funcionais e que começou a ser levada como uma concorrente de peso capaz de enfrentar outras marcas igualmente grandes.

No mercado saturado dos smartphones nem sempre é fácil conseguir um produto de destaque, no entanto, o Xiaomi 12 poderá ter alguns truques na manga. Mostrando-se como um smartphone mais pequeno que o normal dos dias de hoje, mas com um design muito elegante e um grande poder guardado no interior.

Xiaomi 12
Publicidade

Após termos testado o seu irmão mais novo, o Xiaomi 12X, damos agora um salto para aquilo que a Xiaomi consegue fazer quando o foco não é oferecer um preço mais baixo mas sim um smartphone com muito poucas falhas.

Uma visita guiada pelo Xiaomi 12

Sendo uma versão superior da mesma gama do Xiaomi 12X, o Xiaomi 12 partilha muitas das características estéticas das quais já havíamos gostado no modelo inferior, mas com uma melhoria de materiais.

Em termos de aspeto, estamos perante um smartphone hoje em dia considerado como pequeno (152.7 x 69.9 x 8.16 mm) e leve (180g), com um design muito elegante e que, assim que lhe tocamos, sentimos logo uma diferença grande no toque. É mais premium, com acabamentos mais bem estruturados e com uma sensação muito melhor na mão.

Xiaomi 12

Em termos de ecrã podemos contar com uma tela de 6.28″, AMOLED, com uma taxa de atualização de 120Hz e uma resolução FHD+ (1080 x 2400). Conta ainda com a tecnologia HDR10+, Dolby Vision e a capacidade de reproduzir mais de 68 mil milhões de cores.

Por baixo de todo o elegante aspeto, podemos encontrar o processador Snapdragon 8 Gen 1 de 4nm que se comportou, como seria de esperar, como um autêntico rei. Acompanhado ainda de, no caso do modelo em testes, 8GB de memória RAM e 256GB de memória interna.

No departamento fotográfico temos um módulo de câmaras muito semelhante ao seu irmão mais novo, mas com grandes diferenças nos resultados finais. A câmara principal trata-se de uma wide angle com 50MP e uma abertura f/1.88 com estabilizador ótico de imagem.

Xiaomi 12

Logo de seguida encontramos a câmara ultra grande angular de 13MP com uma abertura f/2.4 e, por fim, o Xiaomi 12 alberga ainda uma telemacro de 5MP com uma abertura f/2.4 para nos podermos aproximar dos objetos mais pequenos sem problemas de foco.

Na parte frontal, a câmara encontra-se recortada no ecrã e falamos de uma câmara de 32MP com abertura f/2.45 que parece ter conseguido acabar com alguns mitos associados à marca chinesa quanto ao pós-processamento dos rostos.

Xiaomi 12

A nível de vídeo o Xiaomi 12 tem capacidade para gravar até 8K a 24fps, no entanto recomendamos ficar no máximo pelo 4K a 60fps para um resultado mais perfeito.

A alimentar todo o smartphone encontramos uma bateria de 4500mAh que, apesar de parecer pequena, recordamos que não estamos perante um smartphone grande, pelo que é mais que suficiente para durar um dia de utilização. Caso aconteça tal feito, o Xiaomi 12 conta com a capacidade de carregamento de 67W (com o transformador incluído na caixa) que permite ir dos 0% aos 100% em cerca de 40 minutos.

Sem cabo e sem transformador? Sem problemas. O Xiaomi 12 conta com um carregamento sem fios de 50W pelo que a diferença nos tempos de carregamento não são assim tão notórias e poderá ajudar a ganhar muita energia em pouco tempo nos casos de grande necessidade.

Xiaomi 12

Sendo um smartphone com carregamento sem fios o Xiaomi 12 conta ainda com a possibilidade de poder ser utilizado para carregar outros pequenos equipamentos via reverse wireless charging até 10W.

Debaixo do ecrã do Xiaomi 12 podemos ainda encontrar um leitor de impressões digitais que, durante os testes, funcionou sempre sem problemas e sem demoras. No topo do equipamento encontramos um sensor infravermelho para controlar todos os equipamentos compatíveis sem a necessidade de procurar por um comando.

O que podemos contar com o Xiaomi 12?

Sem sombra de dúvidas que estamos perante um tipo de smartphone diferente ao que vemos a grande maioria dos consumidores adquirir no que diz respeito à Xiaomi. Por norma, o grande volume de vendas atual do mercado português está muito focado nas gamas médias no que diz respeito à marca.

Xiaomi 12

A maioria dos consumidores acaba por comprar por ser mais barato e oferecer boas características e um design apelativo. No entanto, o Xiaomi 12 continua a oferecer tudo isto mas aos utilizadores que procuram um smartphone mais potente e com todas as capacidades dos grandes jogadores do mercado onde a Xiaomi está inserida também.

Sendo um utilizador dos topos de gama da Samsung há diversos anos, pegar neste Xiaomi 12 foi agradavelmente surpreendente. primeiro porque o smartphone é muito mais leve e com um toque suave muito agradável quando comparado a outros equipamentos, e depois porque foi possível passar várias semanas sem sentir qualquer falta de alguma coisa que tivesse nos equipamentos principais.

Xiaomi 12

O Xiaomi 12 mostrou ser um equipamento extremamente completo e capaz de aguentar todo o tipo de utilização, seja esta mais focada nos jogos, na fotografia ou no trabalho de escritório com toneladas de emails e documentos para gerir.

Som by Harman/Kardon

O Xiaomi 12 conta com duas colunas, uma em cima e uma em baixo, e todo o som é trabalhado em parceria com a Harman/Kardon.

Neste aspeto, notou-se perfeitamente a diferença face ao seu irmão mais novo que também apresentava duas colunas. O trabalho com a Harman/Kardon ofereceu ao Xiaomi 12 um som muito mais envolvente e alto sem qualquer distorção.

Xiaomi 12

Os graves continuam a não ser o forte. Existe aqui algumas falhas nesse campo que já estávamos a contar, mas de forma geral, o equilíbrio está lá e continua a ser um som digno de um topo de gama e que consegue preencher um divisão sem problemas.

O maior inconveniente é mesmo a localização das colunas. As duas encontram-se localizadas mais à esquerda do equipamento, o que faz com que sejam ambas facilmente cobertas pelas palmas das mão sempre que viramos o smartphone para jogar ou assistir a um vídeo.

Xiaomi 12

Claro que esta situação pode ser contornada, basta virar o smartphone para a direita e não para a esquerda, mas é um hábito difícil de mudar quando já acontece há muitos anos e quando a maioria das aplicações vira o ecrã automaticamente para aquele lado.

Fotografar com o Xiaomi 12

O campo da fotografia é sempre algo relevante num smartphone dos dias de hoje, especialmente quando entramos no mercado dos topo de gama. Todos esperam que aconteça magia e que os resultados sejam perfeitos como um câmara profissional.

Claro que esse nunca é o caso, se tal fosse não seria necessário existirem câmaras fotográficas. No entanto, existe um nível muito distinto no que toca à fotografia com um smartphone que permite distinguir os topo de gama dos restantes e, aqui, o Xiaomi 12 integra-se bem no meio dos topo de gama.

As câmaras têm uma melhoria bem visível quando comparamos com as fotografias tiradas pelo Xiaomi 12X, e este é um dos campos que justifica muito bem a diferença de preço dos dois equipamentos.

Com o Xiaomi 12 conseguimos cores muito mais precisas e fotografias menos embaçadas em determinados cenários. Mas a grande diferença sem sombra de dúvidas que foi na fotografia noturna.

Durante o dia, com a iluminação correta e com tudo preparado para tal, é fácil conseguirmos boas fotografias com smartphones de diversas gamas, variando apenas a qualidade final do processamento e o detalhe e equilíbrio de cores conseguido. Com o Xiaomi 12 podemos confirmar que está tudo muito bem equilibrado.

As fotos durante o dia apresentam cores vivas mas sem parecerem demasiado trabalhadas. O equilíbrio de brancos está bem conseguido e a qualidade é de um autêntico topo de gama tendo em conta a faixa de preços em que se enquadra.

Os céus conseguem ficar agradáveis, os vermelhos são trabalhados de uma boa maneira e tudo parece estar em conformidade. No entanto, quando chegamos à fotografia noturna, a Xiaomi conseguiu surpreender-nos com esta diferença entre equipamentos.

As fotos à noite com o Xiaomi 12 ficaram bastante boas, conseguindo obter a informação de algumas zonas mais escuras sem apresentar quase grão na imagem e mantendo tudo muito parecido com a realidade. Comparando com outros modelos da própria Xiaomi conseguimos ver que existiu aqui um esforço por parte da marca para oferecer uma qualidade de fotografia melhorada aos utilizadores.

O único defeito que notámos é que existe algumas diferenças de cores entre a três câmaras do Xiaomi 12, também devido aos sensores de cada uma obviamente, no entanto torna a experiência menos agradável se quisermos apenas mostrar três perspectivas do mesmo local, sendo que nem sempre vamos conseguir manter o equilíbrio de cores que vemos na câmara principal.

A questão dos 50MP que a marca promove é, como em todos os casos, mais marketing que uma função utilizada todos os dias pela maioria. É necessário ativar este modo especifico para recorrer aos 50MP que o Xiaomi 12 consegue oferecer.

Neste modo, a fotografia fica com muito mais informação e em ambientes bem iluminados e com muita coisa a acontecer, este modo poderá ser um ponto positivo a ter em mente, pois vai captar muito mais informação na imagem à nossa frente, no entanto, o processamento deste modo acaba por ser mais ligeiro e o HDR não parece funcionar de igual forma.

No departamento das selfies conseguimos ver que aqui sim o mito está mais que quebrado. O Xiaomi 12 consegue fotografias muito boas, mesmo com o modo retrato, sem criar aquele efeito de aperfeiçoamento da pele que as pessoas sempre tiveram a tendência a criticar.

O modo de embelezamento vem ligado num nível baixo de origem, mas é possível desativar essa função por completo e ficarmos com fotografias límpidas e fiéis à realidade. As cores ficaram muito bem conseguidas e a qualidade está no ponto certo.

O modo retrato funciona bem no Xiaomi 12 que consegue um recorto do sujeito muito bom e sem parecer demasiado falso. Ainda se nota que foi um smartphone e não uma câmara profissional a tirar a fotografia, mas está muito bom para os padrões de hoje em dia.

Resumindo e concluindo

O Xiaomi 12 foi uma agradável surpresa nos nossos testes. Mostrou-se como um smartphone elegante e bem construído capaz de fazer tudo o que for necessário, seja na área do lazer ou na área profissional.

Em termos de processamento de informação podemos contar com o Snapdragon 8 Gen 1 para dar conta do recado e durante os testes tudo correu de forma suave, sem travar, sem lentidões, foi tudo muito instantâneo e bem feito.

Xiaomi 12

A autonomia é suficiente para uma utilização normal do dia a dia, aliando os 4500mAh à gestão de energia realizada pela MIUI 13 (que sempre fez um excelente trabalho a poupar bateria) e nos dias mais puxados podemos sempre contar com o carregamento ultra rápido do Xiaomi 12 para conseguir uma grande quantidade de energia em pouco tempo.

As câmaras estão muito bem construídas e oferecem um equilíbrio de tudo, notando-se mesmo que o valor extra pedido pelo Xioami 12 quando comparado com o Xiaomi 12X é mais que justificado quando queremos ter um equipamento completo.

O áudio, quando não está tapado pelas mãos, é muito bom e capaz de preencher uma sala sem problemas. Para assistir algum vídeo ou mesmo um episódio de um série temos aqui uma boa experiência entre um ecrã AMOLED e um som envolvente e bastante rico.

Xiaomi 12

No final das contas todas feitas, estamos perante um smartphone muito capaz e que se mostra como um concorrente de peso num formato mais amigável e que não deixa uma enorme marca no bolso das calças. O toque é premium, as fotos são de muito boa qualidade, o som é envolvente e potente e o processador consegue lidar com todas as tarefas, mostrando tudo num ecrã AMOLED de boa qualidade.

O Xiaomi 12 pode ser adquirido por um PVP de 899€.

Agradecemos à Xiaomi por nos ter disponibilizado o Xiaomi 12 para os testes.

Xiaomi 12 (8GB/256GB)

899€
9.4

Design

9.5/10

Performance

9.7/10

Câmaras

9.3/10

Autonomia

9.5/10

Som

9.0/10

Pros

  • Carregador de 67W incluído na caixa
  • Câmaras com muito boa qualidade

Contras

  • Localização das colunas

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade