Criadora da Trine afirma que o Xbox Game Pass contribui para a saturação de conteúdo. Entenda os argumentos

A Frozenbyte, conhecida pela aclamada série Trine, juntou-se recentemente a uma lista crescente de produtoras independentes que estão a discutir o impacto do Xbox Game Pass no mercado dos videojogos.

Embora a empresa tenha elogiado o programa por trazer mais jogadores aos seus títulos, também expressou preocupações quanto à saturação do mercado.

Por outro lado, o Game Pass ajuda a muitos a conhecerem novos jogos de esports ou a experimentarem jogos de forma gratuita como, por exemplo, o Fifa.

Um jogo onde muitos jogadores apostam em esports, porém em Portugal ainda é proibido apostas em videojogos mesmo em sites como a Placard, que opera com a licença SRIJ no país. 

xbox game pass
Publicidade

Equipa da Frozenbyte admitem utilidade da Xbox Game Pass

Numa entrevista ao Segment Next, a equipa da Frozenbyte expressou a sua opinião sobre o Xbox Game Pass, reconhecendo que o programa é uma ótima maneira de alcançar uma audiência mais ampla. 

No entanto, também acreditam que a grande quantidade de jogos disponíveis pode tornar difícil para os jogadores dedicar tempo e desfrutar plenamente de um jogo.

“O Xbox Game Pass é obviamente um programa interessante para chegar a mais jogadores”, disse a Frozenbyte. 

“Do outro lado da moeda, acreditamos que também contribui para a exagerada saturação de conteúdo nos videojogos e pode tornar difícil dedicar-se e desfrutar de jogos pois existe tanta abundância de escolha.”

ROG ALLY

Frozenbyte com dúvidas sobre presença da Trine 5 no Xbox Game Pass

Embora a empresa esteja prestes a lançar o tão esperado Trine 5 no Xbox Game Pass, ainda aparentam estar céticos quanto ao efeito positivo que o serviço terá na capacidade dos jogadores de aproveitarem plenamente os seus jogos.

É um ponto interessante a ser levantado, especialmente em um mercado onde há uma oferta excessiva de jogos em diferentes plataformas.

Não é a primeira vez que uma produtora independente expressa preocupação em relação ao impacto do Xbox Game Pass. 

A editora de Tunic, Finji, recentemente comentou que, apesar dos elogios, o serviço ainda apresenta alguns problemas para a indústria de jogos independentes.

Além disso, a produtora Cococucumber, que lançou o seu jogo Ravenlok no Xbox Game Pass, falou positivamente sobre a experiência. 

Frozenbyte preocupada com a qualidade do conteúdo desenvolvido

No entanto, a equipa da Frozenbyte parece estar preocupada com a crescente concorrência e como ela pode afetar a qualidade do conteúdo produzido.

Com o mercado dos videojogos em constante mudança e com a presença cada vez maior de serviços de assinatura, é importante que as empresas avaliem o impacto que esses programas têm em suas operações. 

Embora o Xbox Game Pass seja uma ótima maneira de chegar a mais jogadores, a Frozenbyte e outras empresas independentes estão a levantar questões importantes sobre a saturação do mercado e como isso pode afetar a experiência de jogo dos jogadores. 

Para além da Microsoft, a Sony também seguiu os passos com a Playstation Plus e os seus vários serviços, uma tendência que parece que será seguida por várias grandes empresas desenvolvedoras de jogos, temos o caso da Ubisoft também a preparar um serviço similar. 

É um assunto que vale a pena acompanhar à medida que a indústria continua a evoluir.

Participe no passatempo:
nordvpn promocao

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory