OpenAI muda estratégia e passa a trabalhar com o exército americano

Desde o início da sua atividade que a OpenAI proibia a utilização do seu modelo de linguagem para usos militares ou de guerra.

No entanto, e empresa americana alterou no início do ano o seu regulamento para abrir portas a este setor, algo que se tornou rapidamente polémico.

chatgpt openai
Publicidade

OpenAI está já a trabalhar com o governo americano

A inteligência artificial está a crescer bastante rápido e a ser aplicada em grande parte dos produtos e serviços que usamos no dia a dia.

Para fins militares, existia até agora um cuidado para tentar manter essa distância, com empresas como a OpenAI a proibirem a utilização do seu modelo de linguagem para fins militares.

No entanto, de forma silenciosa e sem grande publicidade, a empresa americana alterou o seu regulamento no passado dia 10 de janeiro, eliminando este ponto e abrindo a porta ao trabalho com governos e exércitos.

Questionada sobre este tema, a OpenAI afirmou que em vez de utilizar as palavras “militar e guerra” decidiram realizar uma alteração para proibir o uso da inteligência artificial para magoar os outros.

openai

Além disso, a empresa americana refere ainda que já está a colaborar com a Agência de Projetos de Investigação Avançados de Defesa, conhecida como DARPA e pertencente ao exército americano, para desenvolver novas tecnologias militares.

Sobre este tema, refere que a política não permite o desenvolvimento de armas, sistemas de vigilância ou destruição de pessoas ou locais, afirmando que estão a trabalhar em novas ferramentas de cibersegurança para proteger o software de código aberto.

Embora a OpenAI garanta que tem a situação controlada para que a inteligência artificial não seja usada para fins nefastos, a verdade é que depois de entrar na parte militar poderá ser fácil evoluir para outro tipo de utilizações.

minibanner thunderx3

Partilhe este artigo

Techbit
RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS TECNOLÓGICAS NO SEU EMAIL
Invalid email address
Prometemos não fazer spam e enviar apenas os conteúdos essenciais

Deixe um comentário

Publicidade
Blogarama - Blog Directory