Huawei P50 e P50 Pro foram oficialmente apresentados

A controvérsia em torno da Huawei continua a ser muita, e depois dos atrasos nos planos para a apresentação, foram hoje oficialmente apresentados o P50 e o P50 Pro, os novos topo de gama da gigante chinesa.

Os dois smartphones vão estar disponíveis, para já, apenas no mercado chines e a empresa não avançou grandes detalhes sobre se vai, ou não, existir uma distribuição a nível mundial.

Huawei P50 P50 Pro
Publicidade

P50 e P50 Pro com processador Snapdragon 888

Dos rumores para a realidade, a Huawei chegou-se à frente hoje, dia 29 de julho, para apresentar os novos topo de gama no ramo mobile: o P50 e o P50 Pro. Estes dois equipamentos prometem uma performance de topo e umas câmaras capazes de resultados incríveis.

Apesar da confirmação anteriormente feita, durante a apresentação dos equipamentos não foi referida qualquer data para um lançamento a nível global, tornando-se assim um exclusivo (para já) do mercado chines.

O design foi de encontro ao que já se estava à espera, dois grandes círculos traseiros a marcar equipamento mal olhamos para ele e, na parte frontal, a Huawei abandonou o formato de gota para a câmara e adotou o recorte redondo no centro superior do ecrã.

Huawei P50

Aspeto à parte, podemos encontrar, no P50, um ecrã OLED de 6,5 polegadas completamente plano e com uma taxa de atualização de 90Hz e tem a capacidade de reproduzir até 1.03 mil milhões de cores.

A substituir o processador da marca, em vez do Kirin encontramos o mais recente processador da Qualcom, o Snapdragon 888. No interior podemos ainda contar com 8GB de RAM e ainda 128 ou 256 GB de memória interna, podendo esta ser expandida através de um cartão de memória NM.

Este modelo conta com a presença de três câmaras na traseira. A principal conta com um sensor de 50MP com uma abertura f/1.8, a câmara ultra angular é de 13MP e tem uma abertura f/2.2 e a terceira trata-se de uma telephoto de 12MP com uma abertura f3.4 com estabilizador ótico de imagem.

Além das mesmas três câmaras já enunciadas existe ainda uma de 5x zoom ótico capaz de ir até às 50x com zoom digital.

Huawei P50 P50 Pro

Para as selfies podemos contar com 13MP e uma abertura f/2.4 colocada num recorte no meio do ecrã, na zona superior.

A autonomia é garantida com uma bateria de 4100mAh com suporte para um carregamento de 66W através do cabo. O modelo base não conta com suporte para carregamento sem fios.

O P50 tem resistência à água e a poeiras com um índice IP68, suporte para dois cartões SIM, altifalantes stereo, Bluetooth 5.2, NFC e ainda um sensor de impressões digitais colocado por baixo do ecrã.

Huawei P50 Pro

Passando para o topo dos topos, o modelo Pro cresce ligeiramente em termos de ecrã, aumentando para um OLED de 6,6 polegadas curvo e com uma taxa de atualização de 120Hz. Nesta versão podem ser reproduzidas até 1,07 mil milhões de cores.

Huawei P50 P50 Pro

No Pro a Huawei oferece duas versões do equipamento, uma com o processador Kirin 9000 e outra com o Snapdragon 888, ambos limitados ao 4G devido às restrições impostas à marca. Os dois processadores vão oferecer performances diferentes de forma geral, incluindo nos resultados finais das câmaras.

O modelo de topo vai ser lançado em quatro variantes no que diz respeito às capacidades do mesmo:

  • 8GB de RAM + 128GB de memória interna
  • 8GB de RAM + 256GB de memória interna
  • 8GB de RAM + 512GB de memória interna
  • 12GB de RAM + 512GB de memória interna

Todas as versões contam ainda com a possibilidade de aumentar a memória com uma cartão de memória NM proprietário da Huawei com um máximo de 256GB.

Huawei P50 P50 Pro

As câmaras sempre foram o ponto forte da série P da chines e neste modelo podemos então encontrar um sensor principal de 50MP com uma abertura f/1.8 RGB com OIS e um outro sensor principal de 40MP com uma abertura f/1.6 a preto e branco.

O smartphone tem ainda uma câmara grande angular de 13MP com abertura f/2.2 e uma telephoto de 64MP e f/3.5 com OIS. Na parte frontal encontramos 13MP e uma abertura f/2.4 com suporte para autofocus e AIS anti-shake.

O zoom não podia ficar de fora do modelo Pro e neste departamento encontramos a possibilidade de fazer 3.5x zoom ótico, 20x zoom hibrido e 100x de zoom digital.

Huawei P50 P50 Pro

A bateria é de 4360mAh e tem, também, suporte para um carregamento com fios de 66W. Nesta versão já encontramos o suporte para carregamento sem fios que poderá atingir os 50W, suportando ainda o carregamento inverso para poder recarregar sem fios qualquer equipamento com capacidade para tal.

Seguindo a moda de muitas outras empresas, a nova série P também não vai trazer o carregador incluído na embalagem, tendo o utilizador de recorrer ao que já tem em casa ou então comprar um novo em conjunto com o smartphone.

Tal como o irmão mais pequeno, o P50 Pro conta com IP68, altifalantes stereo, Bluetooth 5.2 e NFC.

Sistema operativo e preços na China

Tanto o P50 como o P50 Pro são os primeiros equipamentos da Huawei que vêm de origem com o HarmonyOS 2, o sistema proprietário da empresa chinesa.

harmonyOS 2.0

O P50 vai estar disponível já a partir de setembro de 2021, com a versão base a custar ¥4488 (~585€) e o modelo de 256GB a custar ¥4988 (~650€).

Já o P50 Pro vai estar disponível em pré-venda a partir de 30 de julho e fica disponível a 12 de agosto com os seguintes preços:

  • 8GB RAM + 128GB (Snapdragon 888)= ¥5988 (~780€)
  • 8GB RAM + 256GB (Kirin 9000 / Snapdragon 888) = ¥6488 (~850€)
  • 8GB RAM + 512GB (Kirin 9000 / Snapdragon 888) = ¥7488 (~975€)
  • 12GB RAM + 512GB (Kirin 9000, apenas disponível na cor Ripple Blue) = ¥7988 (~1040€)
  • 12GB RAM + 512GB (Kirin 9000, Black edição de colecionador com carregador incluído) = ¥8488 (~1105€)

Os equipamentos podem ser adquiridos em branco, preto, dourado e rosa, com exceção dos modelos.

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Publicidade