P50 Pro em primeiro lugar no ranking da DxOMark

Faz algum tempo que a grande aposta da Huawei se focou nas câmaras dos seus smartphones. Com mais um lançamento, a empresa alcançou com o P50 Pro o primeiro lugar no ranking DxOMark com uma pontuação de 144.

A performance das câmaras do novo topo de gama da empresa revelou-se surpreendente e ultrapassou toda a concorrência. Em segundo lugar encontramos o Xiaomi Mi 11 Ultra e em terceiro outro modelo da Huawei, o Mate 40 Pro+.

Huawei P50 P50 Pro
Publicidade

Huawei P50 Pro no topo do ranking com 144 pontos

Os testes levam os equipamentos a mostrarem o que são capazes de fazer quando levados ao extremo das suas capacidades e, por norma, todos os detalhes acabam por contar para o resultado final.

Tanto nas câmaras traseiras (144 pontos) como na câmara frontal (106 pontos) o topo de gama conseguiu uma pontuação maior que a de todos os outros smartphones analisados pela plataforma. A parceria entre a Huawei e a Leica tem dado frutos e este ano não foi diferente.

Huawei P50 Pro

As câmaras sempre foram o ponto forte da série P e neste modelo encontramos um sensor principal de 50MP com uma abertura f/1.8 RGB com OIS e um outro sensor principal de 40MP com uma abertura f/1.6 a preto e branco.

Existe ainda uma câmara grande angular de 13MP com abertura f/2.2 e uma telephoto de 64MP e f/3.5 com OIS. Na parte frontal encontramos 13MP e uma abertura f/2.4 com suporte para autofocus e AIS anti-shake.

Quanto ao zoom encontramos a possibilidade de fazer 3.5x zoom ótico, 20x zoom hibrido e 100x de zoom digital.

Ranking DxOMark P50 Pro câmara

Toda esta combinação de câmaras concebeu o primeiro lugar à Huawei que continua a enfrentar um período complicado devido às restrições impostas pelos EUA.

Os testes da DxOMark tiveram em conta mais de 3000 imagens para serem avaliadas e ainda mais de 2.5 horas de vídeo gravado com o P50 Pro. Ambas as amostras utilizadas foram de cenários controlados em laboratório e em cenários naturais no interior e no exterior.

Ranking DxOMark P50 Pro Selfie

Existem, claro, diversos pros e contras do equipamento:

  • Prós
    • Pouco ruído e um grande dynamic range em todas as condições para a câmara principal e para a ultra angular
    • Um balanço de brancos bastante preciso
    • Bons níveis de detalhe com a câmara telephoto em médio e longo alcance em interiores e com a luz do dia
    • Boa exposição e um dynamic range alargado em vídeos
    • Boa transição no balanço de brancos e um autofócus estável na gravação de vídeo
    • Bons detalhes em vídeos de interior e à luz do dia
    • Estabilização de imagem em vídeo muito eficaz
  • Contras
    • A falta de profundidade de campo implica que alguns objetos importantes podem ficar desfocados em fotografias com vários planos
    • Com baixa luminosidade o autofócus ocasionalmente falhou
    • A imagem pré-visualizada é diferente da que é realmente capturada
    • Nota-se algum ruído em texturas em vídeos com baixa iluminação
    • Falhas ocasionais no balanço de brancos em cenários interiores e exteriores quando em gravação de vídeo
    • Alguns vídeos apresentaram uma ligeira instabilidade na exposição de imagem
ranking dxomark

Segundo a plataforma de testes, as câmaras oferecem imagens extraordinárias em todas as condições e conseguiram assim superar todos os concorrentes já testados até à data. A maior falha apontada neste segmento são mesmo as pré-visualizações que, por vezes, têm grandes diferenças face ao resultado final.

A Huawei tem feito um excelente trabalho no departamento das câmaras e esse feito nota-se no ranking global da DxOMark onde encontramos o P50 Pro em primeiro ligar, o Mate 40 Pro+ em terceiro, seguido pelo quarto lugar ocupado pelo Mate 40 Pro e ainda o sexto lugar que é ocupado pelo P40 Pro.

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Publicidade