fbpx

Análise Oral-B iO Série 8 – Tecnologia na ponta da língua

Lavar os dentes é uma atividade que faz parte do quotidiano de qualquer pessoa sem que exista a necessidade de arranjar um espaço extra na agenda. Está mais que implementado que, para termos uma higiene cuidada, lavar os dentes tem de estar incluído na rotina e, é mesmo isso, uma rotina, algo aborrecido que ficamos meio obrigados a realizar diariamente.

A Oral-B decidiu mudar isso e trouxe para o mercado as novas iO com um ecrã OLED embutido onde o consumidor pode escolher entre 6 modos diferentes de limpeza (7 no modelo série 9) recorrendo apenas a uma única cabeça, pois a verdadeira diferença está no modo como as vibrações são, agora, transmitidas diretamente do motor até à ponta dos filamentos.

Testámos a Oral-B iO Série 8 e, spoiler alert, de facto faz toda a diferença ter um acompanhamento “profissional” na escovagem dos dentes.

analise Oral-b io series 8
Publicidade

1. O que podemos contar ao abrir a caixa da Oral-B iO Série 8

Começando pelo básico, ao adquirir uma Oral-B iO Série 8 em qualquer loja de eletrónica ou supermercado, na embalagem o consumidor pode contar com a escova de dentes, uma cabeça (existem duas que podem ser adquiridas, Ultimate Clean e Gentle Care), um estojo para guardar até duas cabeças suplentes, a caixa de transporte da escova e da respetiva cabeça em utilização e a base de carregamento magnético da escova.

Dentro da caixa encontramos também um pequeno folheto informativo que explica, de forma simples, o funcionamento básico da escova, como colocar a cabeça, indicações para fazer o download da aplicação para o telemóvel (disponível para Android e iOS) e também explica como se faz o emparelhamento da escova com a aplicação.

analise Oral-b io series 8

No fundo, o processo é simples, abre-se a caixa, liga-se a escova e na aplicação escolhe-se a opção de adicionar uma nova escova. O smartphone vai encontrar de imediato o aparelho e fica pronto a utilizar quase de forma instantânea.

Ao colocarmos a Oral-B iO Série 8 na casa de banho nota-se, claramente, que houve uma atenção diferente no design do equipamento. A escova e a cabeça parecem uma única peça que segue as mesmas linhas e que fica mais elegante quando colocada à vista em cima do lavatório.

analise Oral-b io series 8

2. Uma escova de dentes com acompanhamento profissional

Ao início foi um pouco estranho utilizar a nova Oral-B iO Série 8. O formato do corpo foi redesenhado, o peso é diferente (comparando com as gamas de entrada da marca) e então foram precisos alguns segundos de concentração para perceber como tudo funcionava.

Antes de iniciar a escovagem, é preciso escolher qual o modo que queremos utilizar. Recorrendo ao botão inferior da escova é possível mudar a ilustração que aparece no ecrã da escova para escolher que tipo de limpeza queremos realizar. Através da aplicação podemos ainda escolher se queremos fazer uma utilização livre ou “percorrer” uma jornada de limpeza. Neste caso, optámos por escolher a “Jornada de Branqueamento” de 14 dias para que a escova e a aplicação nos guiem de forma a tentarmos branquear ligeiramente os dentes.

analise Oral-b io series 8

Na primeira lavagem com a escova de dentes, deu para perceber que, pessoalmente, exercia demasiada pressão na escova para lavar os dentes. Este é um erro bastante comum que a maioria das pessoas comete e que a Oral-B iO Série 8 não tem problemas em indicar tal facto.

A luz vermelha acendeu umas quantas vezes durante a lavagem para indicar que estava a ser exercida demasiada pressão apesar de que, ao escovar os dentes, não parecia. No entanto, no final da lavagem, a aplicação pergunta-nos sempre se houve algum sangramento das gengivas e, verdade seja dita, nas zonas onde o sensor de pressão acendeu a luz vermelha houve algum sangramento.

analise Oral-b io series 8

Nas utilizações seguintes, o controlo de pressão foi ajustado de forma a manter sempre a luz verde acesa e, a partir daí, não se voltou a registar nenhum tipo de sangramento.

A escova dá-nos, também, um feedback da escovagem mostrando uma cara feliz se escovarmos os dentes durante o tempo estipulado (pelo menos 2 minutos) ou uma cara triste caso a lavagem tenha sido feita de forma mais rápida e descuidada.

A Oral-B iO série 8 pode ser utilizada sem recorrer à aplicação, fazendo na mesma o registo de todo o processo e mostrando o temporizador no ecrã do equipamento, no entanto não temos a noção de onde escovámos bem ou menos bem os dentes. Na aplicação é possível acompanhar em tempo real se estivemos tempo suficiente em determinada área ou se devemos dar mais uma escovadela naquela zona.

analise Oral-b io series 8

No final de cada escovagem o utilizador é questionado sobre as hemorragias, a utilização de fio dental e a limpeza da língua. Este modo de limpeza está apenas disponível na gama Série 9, mas nada impede o consumidor de utilizar a escova para lavar a língua de forma normal.

No que diz respeito ao carregamento da Oral-B iO Série 8, o mesmo acontece através da base de carregamento magnético e, segundo os testes realizados, a escova conseguiu ir dos 10% aos 100% em menos de 3h, o que vai de encontro ao que é anunciado pela marca de que consegue realizar um carregamento dos 0% aos 100% em aproximadamente 3h.

3. A aplicação em detalhe

Uma escova de dentes com a possibilidade de ser ligada a uma aplicação no telemóvel é algo que, há uns anos, seria impensável e que hoje em dia é bastante comum. Neste caso, a Oral-B oferece inúmeras vantagens recorrendo à app para ajudar a manter uma higiene oral adequada e uma manutenção da escova.

Na página inicial temos logo acesso à percentagem abrangida na lavagem da boca com o desenho da dentição normal em qualquer pessoa (dividida em 6 zonas, duas frontais duas laterais esquerdas e duas laterais direitas). Na página à direita mostra-nos as jornadas que podemos escolher ou a jornada que estamos a cumprir no momento e na terceira página encontramos o estado de utilização da cabeça da escova – aqui encontramos indicações de quanto tempo já escovámos os dentes com a cabeça que está colocada e quando temos de a substituir.

No separados “Histórico” podemos aceder a todas as lavagens realizadas com a escova. As que foram feitas com recurso à aplicação e as que foram realizadas apenas com a escova de dentes. É apresentado um gráfico com a pontuação média e ainda um outro com a duração média de cada escovagem.

Neste separador ainda podemos aceder, individualmente, à perspetiva sobre a cobertura geral das lavagens, sobre a pressão exercida ao longo das diversas utilizações, o tempo de escovagem mais ao detalhe, a proteção das gengivas (de forma a termos noção de quantas vezes houve sangramento) e quais as rotinas que acabamos por ter com a escovagem dos dentes.

No separador de desafios verificamos como está a correr a jornada selecionada e podemos aceder, com maior detalhe, a cada uma das cinco jornadas disponíveis – Hálito Fresco, Antiplaca Bacteriana, Jornada de Branqueamento, Saúde das Gengivas e Ortho Care (pensado para quem utiliza aparelho dentário). São ainda apresentadas as medalhas que o utilizador pode ganhar ao longo das diversas utilizações.

O último separador é a tradicional página de manutenção de qualquer aplicação, onde se pode aceder às escovas sincronizadas, informação detalhada do equipamento, notificações, etc.

4. Oral-B iO Série 8 Vitality 100

Pode não ser a comparação mais justa, a gama mais acessível contra a gama alta da marca, mas não deixa de ser uma comparação da realidade vivida que passa por escolher se vamos pagar 20€ por uma escova de dentes ou 200€ e porque é que haveríamos de pagar tanto por uma simples escova de dentes.

Antes de mais, como já deve ter dado para perceber, não se tratam de escovas normais, mas sim escovas elétricas com características únicas e diferentes.

Começando na gama Vitality, esta é uma escova de facto muito mais simples. O sistema de rotação é mecânico, o corpo é feito de borracha e plástico e as cabeças têm de ser trocadas consoante a funcionalidade que queremos que tenham (branquear, escovar sensível, cross action, etc).

Em termos de funcionalidade passa apenas por colocar a pasta de dentes, ligar a escova e, passando a redundância, escovar os dentes da forma que sempre estivemos habituados a fazer. No entanto, um grande número de pessoas pode não se adaptar muito bem a estas escovas por serem um pouco mais agressivas quando utilizadas de forma incorreta, o que leva ao sangramento das gengivas.

analise Oral-b io series 8

A Oral-B iO Série 8 é, como foi explicado, muito mais completa. Consegue oferecer vários modos de limpeza com apenas uma cabeça (independentemente se utiliza a cabeça para escovagens mais sensíveis ou a normal os modos de limpeza estão disponíveis para ambas), tem um corpo mais elegante e sem borracha para que seja mais fácil de se manter limpo e sem agarrar resíduos de pasta de dentes e oferece um acompanhamento diário com feedback direto ao utilizador.

A experiência de escovagem com as duas escovas é completamente diferente. Na gama de entrada foi sempre como se fosse apenas mais uma escovagem como todas as outras, sem controlo de tempo, sem perceber realmente se os dentes ficavam bem lavados e se demorava o tempo necessário e, muitas vezes, tornava-se um processo descuidado de forma involuntária.

analise Oral-b io series 8

Utilizando a Oral-B iO Série 8 foi possível ter noção de que a escovagem que era realizada não estava 100% correta ou completa. Sem estar a controlar a limpeza, foi possível notar que o processo rotineira tinha falhas, excesso de escovagem nalgumas zonas, desleixo de outras, pressão desnecessária e tempo de escovagem completamente fora do adequado.

De forma resumida, acabamos por ter uma consciencialização que não tínhamos antes de utilizar um escova de dentes inteligente que, num curto espaço de tempo, foi possível verificar resultados positivos nos dentes que, seguindo a Jornada de Branqueamento, os dentes ficaram menos amarelados (ainda que seja uma diferença mínima tendo em conta o tempo de utilização até à data).

5. No final de tudo, vale a pena?

A ideia da marca ao lançar estas novas escovas era, além de redesenhar as escovas de forma a torná-las uma espécie de decoração na casa de banho, oferecer uma experiência única e diferente numa das rotinas mais aborrecidas que todas as pessoas têm.

Seguindo esta linha de pensamento, a nova Oral-B iO Série 8 cumpre esse requisito. Oferece uma lavagem mais completa e personalizada ao consumidor quando comparada com outras escovas elétricas, permite um cuidado diferente durante a escovagem para prevenir que haja sangramento nas gengivas e acompanha o utilizador ao longo de todo o processo se assim for necessário. Além disso, claro, é uma boa escova de dentes.

analise Oral-b io series 8

No que diz respeito aos preços de mercado, a Oral-B iO Série 8 está à venda com um PVP de 219€ o que poderá ser visto como um preço elevado para uma escova de dentes (e não dizemos o contrário). No entanto, com as promoções certas e se pensarmos que é um investimento para a saúde oral (porque de facto alerta o utilizador para alguns hábitos menos saudáveis e prejudiciais) pode ser vista como um investimento, uma vez que a partir daí basta ir comprando as cabeças que a escova trata de fazer o resto do trabalho e de ajudar a cumprir os objetivos definidos.

Garantidamente, lavar os dentes não volta a ser igual ao que sempre estivemos habituados a fazer e este era o objetivo da marca, aliar uma experiência diferente e interativa a um dos atos mais importantes do dia a dia das pessoas.

Agradecemos à Oral-B a cedência da Oral-B iO série 8 para análise.

Oral-B iO Série 8

219€
8.8

Facilidade de limpeza do equipamento

8.0/10

Facilidade de uso da escova

7.0/10

Integração com smartphone

10.0/10

Qualidade da lavagem

9.0/10

Utilidade da aplicação

10.0/10

Pros

  • Aplicação com detalhes sobre as lavagens e acompanhamento ao longo das mesmas. Ajuda a cobrir todas as zonas sem falhas.
  • Duas cabeças para escolha. Podemos optar pelos diversos modos de escovagem sem termos de comprar outras cabeças como nos modelos mais antigos.
  • Sensor de pressão. Evita, em muito, as hemorragias nas gengivas.

Contras

  • Escovagens sem a aplicação são pouco detalhadas e não permitem acrescentar informação como se utilizámos elixir depois da lavagem ou se houve alguma hemorragia.
  • Por vezes fica pasta de dentes por dentro da cabeça da escova o que obriga a que esta seja retirada e colocada várias vezes para uma limpeza correta.

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Publicidade